África aprova protocolo para ensaios de medicamentos de fitoterapia para a covid-19

PorExpresso das Ilhas, Lusa,20 set 2020 9:47

Um painel de especialistas aprovou um protocolo para ensaios clínicos de medicamentos de fitoterapia em África para a covid-19, que visa desenvolver massa crítica da capacidade técnica dos cientistas no continente. A informação foi divulgada hoje.

O Comité Regional de Especialistas em Medicina Tradicional para a covid-19, formada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o Centro Africano para Controlo e Prevenção de Doenças e a Comissão da União Africana para os Assuntos Sociais aprovaram um protocolo para a fase III de ensaios clínicos de medicamentos de fitoterapia para a covid-19, bem como uma carta e os termos de referência para a  criação de um conselho de monitorização de dados e de segurança para os ensaios.

"Tal como em outras áreas da medicina, a ciência sólida é a única base para terapias de medicina tradicional seguras e eficazes", afirmou Prosper Tumusiime, diretor da Universal Health Coverage and Life Course Cluster no escritório regional da OMS para África, citado em comunicado.

"O início da covid-19, tal como o surto do Ébola na África Ocidental, destacou a necessidade de sistemas de saúde fortalecidos e programas de investigação e desenvolvimento acelerados, incluindo as medicinas tradicionais", acrescentou.

A aprovação de documentos técnicos têm como objetivo empoderar e desenvolver a massa crítica da capacidade técnica dos cientistas em África na realização de ensaios clínicos adequados, para assegurar qualidade, segurança e eficácia das medicinas tradicionais, em linha com os parâmetros internacionais.

"A adoção de documentos técnicos irá garantir a evidências clínicas universalmente aceitáveis da eficiência da medicina herbática para o tratamento da covid-19 seham geradas sem comprometer a segurança dos seus participantes", afirmou o professor Motlalepula Gilbert Matsabisa, presidente do comité de especialistas, citado em comunicado.

Os 25 membros do Comité Consultivo Regional de Especialistas de Medicina Tradicional para a covid-19 têm como tarefa apoiar os países a melhorar a investigação e desenvolvimento de terapias assentes em medicina tradicional contra o vírus e fornecer orientação através da implementação de protocolos aprovados, de forma a gerar evidências científicas de qualidade, segurança e eficácia no que respeita à fitoterapia para a covid-19.

O número de mortos em África devido à covid-19 subiu para 33.626 nas últimas 24 horas, após o registo de mais 223 vítimas mortais, com as infeções a atingirem os 1.390.560, segundo dados oficiais hoje divulgados.

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas registaram-se, nos 55 Estados-membros da organização, mais 10.651 casos de infeção.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,20 set 2020 9:47

Editado pormaria Fortes  em  24 out 2020 17:19

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.