Banco Federal diz que EUA se encaminham para tempos económicos difíceis

PorExpresso das Ilhas, Lusa,1 dez 2020 7:25

Os EUA encaminham-se para meses "difíceis", em termos económicos, devido à ressurgência da pandemia do novo coronavirus, avisou o presidente do banco central [Reserva Federal (Fed)], que realçou também a incerteza do impacto de uma nova vacina.

"O aumento dos novos casos de infecções, aqui e no estrangeiro, é preocupante e pode revelar-se difícil nos próximos meses", declarou Jerome Powell, em discurso preparado para a sua audição no Senado de hoje, divulgado na segunda-feira.

As notícias recentes sobre a frente das vacinas são "muito positivas a médio termo", sublinhou.

Mas, "de momento, permanecem importantes desafios e incertezas, incluindo o calendário, a produção e a distribuição" de uma ou várias eventuais vacinas, acrescentou.

Por outro lado, continua a ser difícil avaliar a dimensão do impacto económico com "um qualquer grau de confiança".

Por seu lado, o secretário do Tesouro cessante, Steven Mnuchin, que vai ser inquirido ao lado do presidente da Fed perante a comissão da Banca do Senado, defendeu, também em discurso preparado, as medidas tomadas pelo governo de Donald Trump, salientando a subida da produção da economia registada no terceiro trimestre.

"Os (norte-)americanos regressam ao trabalho", disse. "O relatório sobre o emprego de Outubro mostrou que a economia já recuperou 12,1 milhões de empregos desde Abril -- mais de 50% de todos os empregos perdidos em razão da pandemia".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,1 dez 2020 7:25

Editado porAndre Amaral  em  4 set 2021 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.