África com mais recuperados do que novos casos de COVID-19 nas últimas 24 horas

PorExpresso das Ilhas, Lusa,20 fev 2021 10:36

O número de doentes com covid-19 recuperados nas últimas 24 horas em África foi superior ao das novas infecções nesta região, onde o número de mortos desde o início da pandemia é agora de 100.674, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas registaram-se 12.818 novos casos, num total de 3.809.176, e 13.526 recuperações, das 3.359.930 contabilizadas nos 55 Estados-membros da organização.

Em relação às mortes, nas últimas 24 horas registaram-se mais 380 vítimas mortais do novo coronavírus.

A África Austral continua a ser região mais afectada: 3.804.111 casos e 54.910 mortos.

Nesta região, a África do Sul, que é o país mais atingido pela covid-19 no continente, ultrapassou os 1,5 milhões de infectados nas últimas 24 horas, contabilizando agora 1.500.677 casos e 48.859 mortos.

O Norte de África é a segunda zona mais atingida pela pandemia, com 1.142.132 infectados e 31.993 vítimas mortais.

A África Oriental contabiliza 386.151 infecções e 7.319 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infecções é de 374.036 e o de mortes ascende a 4.733.

A África Central tem 98.742 casos e 1.719 óbitos.

O Egipto, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 10.250 mortes e 176.943 infectados, seguindo-se Marrocos, com 8.540 vítimas mortais e 480.504 casos.

Entre os países mais afectados estão também a Tunísia, com 7.719 óbitos e 226.740 casos, a Argélia, com 2.956 mortos e 111.508 infectados, e a Etiópia, com 2.259 vítimas mortais e 151.016 infecções.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 583 mortes e 54.204 casos, seguindo-se Angola (498 óbitos e 20.478 casos de infecção), Cabo Verde (143 mortos e 14.948 casos), Guiné Equatorial (89 óbitos e 5.798 casos), Guiné-Bissau (46 mortos e 3.064 casos) e São Tomé e Príncipe (20 mortos e 1.578 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egipto, em 14 de Fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infecção, em 28 de Fevereiro.

A pandemia de COVID-19 provocou, pelo menos, 2.441.926 mortos no mundo, resultantes de mais de 110,2 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,20 fev 2021 10:36

Editado porSheilla Ribeiro  em  26 fev 2021 7:19

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.