Iniciativa global combate lixo plástico marinho para limpar oceanos

PorExpresso das Ilhas, ONU News,11 abr 2021 12:25

Projecto teve financiamento inicial do Governo da Noruega
Projecto teve financiamento inicial do Governo da Noruega

Parceria entre a FAO e a Organização Marítima Internacional conta com 30 países incluindo Cabo Verde. Projecto tem como objectivo ajudar sectores do transporte marítimo e da pesca

O lixo plástico tem efeitos arrasadores para os oceanos, a vida marinha e a saúde humana. A poluição também afecta as indústrias de pesca e transporte marítimo.

Um projecto internacional quer ajudar a reduzir o lixo plástico marinho. Aderiram 30 países de diversas regiões: Ásia, África, Caribe, América Latina e Pacífico.

O Projecto de Parcerias GloLitter é implementado pela Organização Marítima Internacional, OMI, e pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, com financiamento inicial do Governo da Noruega através da Agência Norueguesa de Cooperação para o Desenvolvimento, Norad.

A iniciativa ajudará o sector com a redução de lixo marinho, incluindo equipamentos de pesca perdidos ou descartados, numa tentativa de salvaguardar os recursos costeiros e globais.

O chefe do Departamento de Parcerias e Projetos da OMI, Jose Matheickal, disse que o lixo marinho é um flagelo nos oceanos e no planeta.

Já o director de Pesca e Aquicultura da FAO, Manuel Barange, afirma que a iniciativa é um passo importante para lidar com o problema e ajudar a proteger o ecossistema, bem como a subsistência daqueles que dependem do oceano.

Dez países foram confirmados como Países Parceiros Líderes, PPL, e mais 20 foram seleccionados como Países Parceiros, PCs, do Projeto GloLitter.

Os PPL assumirão papéis de liderança nas respectivas regiões para defender acções nacionais no contexto de apoio ao Plano de Acção da OMI sobre Lixo Marinho e as Directrizes Voluntárias da FAO para a Marcação de Artes de Pesca. Os PCs trabalharão juntos, através de um acordo de trabalho de geminação, para construir o suporte regional para o projecto. Entre os 10 principais parceiros estão Brasil, Índia, e Quénia.

Cabo Verde, Moçambique e Timor-Leste também integram a parceria ao lado da Tailândia, Sri Lanka e outros.

Nos próximos meses, as Unidades de Coordenação do Projecto na OMI e na FAO trabalharão com as nações integrantes para desenvolver Planos de Trabalho Nacionais adaptados às necessidades de cada país.

O Projeto GloLitter equipará os países parceiros com conhecimentos e ferramentas que incluirão documentos de orientação, material de treino e metodologias para ajudar a fazer cumprir os regulamentos existentes. O projecto também promoverá a conformidade com os instrumentos relevantes da FAO.

A iniciativa facilitará o estabelecimento de parcerias público-privadas para estimular o desenvolvimento de soluções de gestão de baixo custo para lixo plástico marinho, incluindo a análise de como diminuir o uso de plásticos nessas indústrias e a análise de oportunidades de reutilização e reciclagem de plásticos. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, ONU News,11 abr 2021 12:25

Editado porJorge Montezinho  em  19 jun 2021 23:21

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.