Dinamarca encerra cinemas, teatros e salas de espectáculos

PorExpresso das Ilhas, Lusa,17 dez 2021 15:38

A Dinamarca anunciou hoje novas restrições à vida noturna e o encerramento de cinemas, teatros e salas de espetáculos, numa reacção ao aumento recorde de novos casos de covid-19 registado no país nórdico.

O país registou um novo recorde histórico de mais de 11.000 casos nas últimas 24 horas, incluindo um novo recorde de mais de 2.500 casos associados à variante Ómicron do novo coronavírus, divulgou o Governo dinamarquês numa conferência de imprensa.

"Teatros, cinemas e salas de espetáculos terão de encerrar", afirmou a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen.

"Precisamos limitar a nossa actividade. Todos devemos limitar os nossos contactos sociais", sublinhou.

A Dinamarca, na vanguarda em matéria do sequenciamento genómico, é um dos países do mundo que mais detectou casos da variante Ómicron no respetivo território.

As autoridades dinamarquesas anteveem que esta variante se torne predominante nos próximos dias.

As medidas anunciadas hoje ainda não foram aprovadas pelo parlamento.

"O nosso objetivo continua a ser manter a sociedade o mais aberta possível", disse Mette Frederiksen, excluindo um eventual confinamento, como o ocorrido na primavera de 2020, "porque existem as vacinas".

O Governo dinamarquês também exigirá o encerramento de outros locais que potenciam aglomerações de pessoas, como parques de diversões, centros de convenções ou mesmo museus.

As férias escolares de Natal foram prolongadas para tentar conter o aumento de casos, com o executivo a prever o regresso às aulas para 05 de Janeiro.

A vida noturna, já visada com medidas na semana passada, será ainda mais restritiva, com bares e restaurantes a encerrarem às 23:00, com uma proibição de servir bebidas alcoólicas a partir das 22:00.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,17 dez 2021 15:38

Editado porSara Almeida  em  17 set 2022 23:28

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.