​Partido Trabalhista vence as eleições no Reino Unido

PorExpresso das Ilhas,5 jul 2024 9:31

Após 14 anos, Partido Trabalhista volta a conseguir chegar à liderança do país. Novo primeiro-ministro eleito, Keir Starmer, será indigitado pelo rei Carlos III e encarregado de formar governo.

O Partido Trabalhista, de centro-esquerda conquistou, esta quinta-feira, a maioria absoluta, com 410 deputados de um total de 650, ao passo que o Partido Conservador, anteriormente no Governo, apenas elegeu 131 deputados. Rishi Sunak já pediu desculpa pelo mau resultado e o novo primeiro-ministro do país promete mudanças.

O primeiro-ministro britânico cessante, Rishi Sunak, deixou hoje a residência oficial de Downing Street, em Londres, para uma audiência com o Rei Carlos III, que receberá depois o vencedor das eleições, o trabalhista Keir Starmer.

O primeiro-ministro britânico cessante, Rishi Sunak, disse que vai apresentar a demissão ao Rei Carlos II, na sequência da derrota nas eleições dos conservadores nas eleições de quinta-feira, cuja responsabilidade assumiu.

Numa declaração à porta do número 10 de Downing Street, em Londres, a residência oficial do primeiro-ministro, Sunak anunciou também que irá deixar a liderança do Partido Conservador. Sunak pediu desculpa aos conservadores pela pesada derrota ao fim de cerca de 20 meses na chefia do Governo.

Líderes da UE felicitam trabalhistas pela vitória nas eleições

As presidentes da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, felicitaram hoje o líder trabalhista britânico, Keir Starmer, pela vitória nas eleições de quinta-feira.

"Estou ansiosa por trabalhar consigo numa parceria construtiva para enfrentar os desafios comuns e reforçar a segurança europeia", disse von der Leyen nas redes sociais, citada pela agência francesa AFP.

Metsola destacou que relação entre a União Europeia (UE) e o Reino Unido está enraizada em valores partilhados e numa amizade de longa data.

"Como aliados e parceiros, é do nosso interesse comum continuar a trabalhar em estreita colaboração", acrescentou.

A primeira-ministra da Estónia, Kaja Kallas, futura chefe da diplomacia da UE, também saudou a "vitória histórica" de Starmer e manifestou-se confiante no aprofundamento da "excelente cooperação" entre os dois países.

"A Estónia e o Reino Unido são os aliados mais fortes e os amigos mais próximos. O compromisso do Reino Unido com a nossa segurança comum é valorizado por todos os estónios", afirmou Kallas.

Anteriormente, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, também tinha felicitado Starmer e afirmado que esperava poder trabalhar com o novo governo trabalhista.

"A União Europeia e o Reino Unido são parceiros essenciais, cooperando em todos os domínios de interesse mútuo para os nossos cidadãos", escreveu nas redes sociais.

Michel acrescentou que se reunirá com Starmer na cimeira da Comunidade Política Europeia prevista para 18 de julho.

"Iremos debater desafios comuns como a estabilidade, a segurança, a energia e a imigração", acrescentou.

O trabalhista Keir Starmer venceu as eleições de quinta-feira com uma ampla maioria, o que permite ao Partido Trabalhista regressar ao poder após 14 anos na oposição.

Carlos III vai nomear Starmer primeiro-ministro e o líder do Partido Trabalhista irá ao fim da manhã para a residência situada de Downing Street.

O Partido Trabalhista venceu as eleições de quinta-feira com uma ampla maioria e regressar ao poder após 14 anos na oposição.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,5 jul 2024 9:31

Editado porFretson Rocha  em  21 jul 2024 12:20

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.