Cabo Verde tem mais de 5 mil processos de paternidade pendentes

PorFretson Rocha,14 dez 2017 9:45

Cabo Verde tem pendentes mais de 5 mil processos de investigação de paternidade. O governo já contratualizou a compra de reagentes e já disponibilizou verbas para o laboratório da Polícia Judiciária, que passará a fazer testes de DNA, a partir do próximo ano.

A garantia foi dada esta quarta-feira pela ministra da Justiça, Janine Lélis.

“Infelizmente o fornecedor tem sede em Inglaterra, e custa muito fazer chegar exactamente por causa da particularidade e das condições de transporte desses materiais. Para o próximo ano também já temos uma garantia orçamental de 7500 contos para o bom funcionamento do laboratório”, assegura.

Os mais de cinco mil processos pendentes de investigação de paternidade constam do relatório do Ministério Público apresentado ao Parlamento, em Setembro. A ministra lamenta o impacto que a situação tem na vida das crianças em causa.

“É uma pena, porque cinco mil e tal processos de investigação de paternidade significa cinco mil e tal crianças sem protecção, significa cinco mil e tal crianças sem direito a pensão de alimentos, significa cinco mil e tal crianças que, em princípio, não têm uma tutela paternal e um cuidado que é fundamental para promover uma educação e uma juventude saudável”, lamenta.

A ministra da Justiça, Janine Lélis, falava ontem na cidade da Praia, à margem do seminário regional de investigação forense que decorre, até amanhã, na capital do país.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha,14 dez 2017 9:45

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  14 dez 2017 10:02

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.