Formação em Direitos Humanos para recrutas das Forças Armadas

PorAdilson Pereira,25 jan 2018 15:51

Forças Armadas de cabo Verde
Forças Armadas de cabo Verde

Em parceria com a organização internacional Unidos pelos Direitos Humanos, a Comissão Nacional dos Direitos Humanos e Cidadania vai ministrar uma formação sobre direitos humanos aos recrutas das Forças Armadas de Cabo Verde.

A informação foi avançada hoje pela presidente da CNDHC, Zaida Freitas, à volta de uma palestra dirigida aos militares sobre direitos humanos, fruto de uma parceria entre a CNDHC e UDH.

Segundo avançou Freitas, a parceria com Forças Armadas vai continuar, com a particularidade formativa dos recrutas em direitos humanos.

“Este é um projecto que existe, de terem módulos de direitos humanos, nos quais a CNDHC, juntamente com a UDH, pode ajudar quer na preparação quer na organização destes conteúdos programáticos e na administração dos módulos para que efectivamente tenhamos replicadores dos direitos humanos no país”, assegura Zaida Freitas.

Conforme a presidente da CNDHC, a abrangência das Forças Armadas é motivada pela parceria que existe com a UDH, responsável pelo projecto Jovens Para os Direitos Humanos.

“Entendemos que esta parceria deveria estender-se a outras entidades, nomeadamente as Forças Armadas, no sentido de que eles também sejam portadores dos princípios que estão na Declaração Universal dos Direitos Humanos”, frisa.

A palestra dirigida aos militares enquadra-se na missão da UDH em Cabo Verde. Em parceria com a CNDHC e com outras entidades nacionais, esta organização internacional pretende promover a educação para os direitos humanos não só no sistema de ensino formal, mas também no domínio das forças de segurança e não só.

Este ano comemora-se os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Adilson Pereira,25 jan 2018 15:51

Editado porAdilson Pereira  em  25 jan 2018 17:26

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.