PN confirma morte de detido na esquadra da Achada Santo António

PorExpresso das Ilhas,17 abr 2019 15:05

Homem de 23 anos terá sido atingido a tiro na esquadra da Polícia Nacional na Achada Santo António, na Praia. Agente autor do disparo foi depois encontrado morto na rua durante a manhã de hoje. Autoridades suspeitam de suicídio.

Segundo um comunicado da Polícia Nacional, o detido, de 23 anos e residente em Eugénio Lima, foi detido no bairro de Achadinha, na sequência de uma operação policial. O suspeito tinha em sua posse, avançou a Polícia Nacional, "arma de fogo e produtos provenientes de furtos".

Conduzido à esquadra na Achada Santo António o homem ficou detido a aguardar primeira audição em tribunal para conhecimento de medidas de coacção. "No interior da esquadra de Achada Santo António o mesmo terá sido vítima de um disparo com arma de fogo" pertencente a um dos agentes da Polícia Nacional.

Conduzido ao hospital o suspeito acabaria por falecer.

O agente, adianta a Polícia Nacional em comunicado, "teria, de seguida retirado daquela unidade policial e viria a ser encontrado hoje de manhã sem vida, deixando sinais de um possível suicídio".

A Polícia Nacional anunciou a abertura de um inquérito "com vista ao apuramento das circunstâncias que levaram à morte" do suspeito.

De recordar que este é o segundo caso de violência, em pouco mais de dois anos, na esquadra da Achada Santo António. Em Fevereiro de 2017  a PN um outro detido naquela esquadra viria a falecer depois de ter dado entrada no Hospital Agostinho Neto. Na altura, segundo o auto de trasladação de cadáver, a que o Expresso das Ilhas teve acesso, foram apontadas duas causas para a morte do detido: “Choque Hipoglicémico e Politraumatismos”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,17 abr 2019 15:05

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 jan 2020 23:21

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.