Baía do Mindelo recebe ‘hub’ criativo flutuante virado para a música

PorExpresso das Ilhas, Lusa,27 nov 2019 22:40

1

A baía do Mindelo vai contar, dentro de três meses, com uma instalação flutuante para música, entretenimento e promoção do intercâmbio entre artistas locais e internacionais, cuja “primeira tábua” foi lançada esta quarta-feira.

A cerimónia de lançamento do Mindel Floating Music, projecto da Africa Development Solutions (ADS), do investidor maliano Samba Bathily, aconteceu esta quarta-feira, na baía do Porto Grande, 

“O projecto começou por ser um estúdio flutuante, mas o conceito foi evoluindo. O que disse o promotor é que será um ‘hub’ de criatividade. Não só a música, mas tudo o que é cultura, cinema, eventos internacionais”, explicou o ministro da Economia Marítima de Cabo Verde, José Gonçalves.

A estrutura, flutuante e desenvolvida a partir de um trabalho de investigação do arquiteto Kunlé Adeyemi, vai abranger parte da orla marítima da Avenida Marginal do Mindelo e inclui a construção de um estúdio de gravação tecnologicamente avançado, uma escola de música e uma zona de diversão aberta ao público.

“É um projecto estruturante não só para São Vicente e Cabo Verde, mas para toda a zona oeste africana”, garantiu o governante, em declarações aos jornalistas, assumindo tratar-se de um espaço “privilegiado e único em toda a África”.

O Mindel Floating Music será composto por uma praça frontal, em terra, um pontão flutuante e uma praça central flutuante, fazendo a ligação com três naves, a maior das quais uma sala de espectáculos. Há ainda uma nave para um estúdio de música e outra que vai funcionar como um pequeno bar de apoio ao espaço.

A estrutura, amovível, será montada em três meses e ficará localizada a 50 metros entre a praia e a baía. Será complementar ao futuro terminal de cruzeiros de São Vicente, cuja obra arranca em 2020 e prevê, depois de estar em funcionamento, receber 200.000 turistas anualmente, destacou o ministro José Gonçalves.

Segundo informação do Governo, o grupo ADS intervém em domínios estratégicos para o desenvolvimento dos países do continente africano, nomeadamente financiamento de projetos, energias renováveis e acesso à água, novas tecnologias, média e telecomunicações, infraestruturas, hotelaria e imobiliário, automóvel e logística, entre outras.

A cerimónia aconteceu no âmbito da segunda edição do Cabo Verde Ocean Week, que decorre até sexta-feira no Mindelo, promovido pelo Ministério da Economia Marítima.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,27 nov 2019 22:40

Editado porSara Almeida  em  15 dez 2019 16:19

1

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.