Navio da expedição Oceania em Cabo Verde para conhecer problema da escassez de água

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,4 dez 2019 9:06

Ambientalista e porta-voz do grupo, Santiago Garcia
Ambientalista e porta-voz do grupo, Santiago Garcia(Rádio Morabeza)

O navio Aquarela, da expedição Oceania, de Espanha, encontra-se em Cabo Verde, com oito jovens a a bordo, com a finalidade de conhecer o problema da escassez de água no arquipélago.

Em declarações aos jornalistas, o ambientalista e porta-voz do grupo, Santiago Garcia, disse que, para além de conhecer os problemas de água, os activistas querem também apresentar soluções

Uma acção relacionada "com os objectivos da agenda 2030 das Nações Unidas, objectivos relacionados com o ambiente e também com as pessoas, como o acesso a água, problemas ambientais, problemas relacionados com a pesca, a pobreza" avança.

Para Gilberto Martel, técnico do instituto tecnológico das Canárias esta expedição é importante, tendo em conta os problemas de acesso à água em Cabo Verde, tanto no que diz respeito ao tratamento de águas residuais como para saneamento básico.

"Temos alguns projectos de cooperação Canárias-Cabo Verde, Espanha-Cabo Verde, na área de água e saneamento, e é muito importante dar visibilidade ao que está sendo bem feito em Cabo Verde.

Além dos problemas de à água, para tratamento de águas residuais, para o saneamento básico, Cabo Verde está também a enfrentar a situação grave das mudanças climáticas , e está a propor soluções práticas para atingir os objectivos de desenvolvimento sustentável. Um exemplo claro é o que está a ocorrer no Sal, através da empresa Águas de Ponta Preta. Assim, é importante dar visibilidade a "como é que é feito um bom trabalho para dessalinização da água, tratamento das  água residuais e reutilização da água", explica.

Expedição Oceania

Expedição Oceania Mar Azul é uma viagem audiovisual à procura de soluções em torno dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável a partir da ciência, do diálogo e da convivência, que utiliza o entretenimento e o lazer como alavancas para gerar mudanças de comportamento.

O seu objectivo final é envolver a cidadania e as empresas na consecução dos objectivos da agenda 2030 das Nações Unidas, coincidindo com a realização em Espanha do COP25.

Conta com o apoio incondicional do Alto Comissionado para a Agenda 2030 do Governo de Espanha e das ordens de biólogos, químicos, geólogos e físicos e com a colaboração do Centro Superior de Investigações Científicas, Universidade Politécnica de Madrid, entre outras entidades.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,4 dez 2019 9:06

Editado porSara Almeida  em  8 dez 2019 23:21

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.