ERIS emite novas orientações para uso de hidroxicloroquina e cloroquina no combate à doença

PorInforpress,10 jun 2020 8:07

A ERIS emitiu esta terça-feira uma circular informativa direccionada aos profissionais de saúde sobre as novas orientações para o uso de hidroxicloroquina e cloroquina no combate à COVID-19, realçando que é preciso aguardar pela presença dos mesmos no mercado.

Em comunicado, a Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS) disse que a hidroxicloroquina e cloroquina já constam da Lista Nacional de Medicamentos Essenciais, tendo garantido que continuará a acompanhar e a divulgar toda a informação de segurança sobre este assunto.

Conforme elucidou, esses medicamentos pertencem ao grupo dos antiparasitários indicados na prevenção e tratamento da malária e doenças autoimunes como poliartrites crónicas – artrite reumatoide e idiopática e lúpus eritematoso.

A utilização da cloroquina e da hidroxicloroquina, lembrou a mesma fonte, foi preconizada por diversas linhas de orientação clínica internacionais para o tratamento da COVID-19, por estes medicamentos inibirem o SARS-CoV-2 in vitro.

Salientou neste sentido que hidroxicloroquina foi a mais indicada por apresentar uma actividade antiviral mais potente comparativamente à cloroquina.

Apesar de até ao momento não ter havido qualquer notificação neste sentido, a ERIS, de acordo com a nota, relembra os profissionais de saúde da necessidade de uma monitorização rigorosa dos doentes com COVID-19 em tratamento com estes medicamentos, orientando-os para seguir a recomendação da circular informativa Ref. nº 038/ERIS-DRF/2020.

O documento informativo indica que utilização acautelada da hidroxicloroquina na gestão da COVID-19, especialmente em doentes com risco acrescido de prolongamento no intervalo QT, onde a monitorização cardíaca deve ser contínua.

Cabo Verde regista 585 casos acumulados de COVID-19, sendo nove em São Vicente, oito no Sal, 57 na Boa Vista e 511 na ilha Santiago, dos quais 483 no concelho da Praia, sendo que 308 casos activos.

A nível mundial a pandemia do novo coronavírus já fez mais de 404 mil vítimas mortais desde o seu aparecimento, em Dezembro na China, segundo o balanço diário da Agência France Press feito hoje com base em fontes oficiais.

Mais de sete milhões casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Inforpress,10 jun 2020 8:07

Editado porSara Almeida  em  19 set 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.