Ilha do Maio segue sem casos suspeitos

PorSheilla Ribeiro,14 ago 2020 18:47

O Director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doença, Jorge Barreto, afirmou hoje que ao contrário do que tinha sido noticiado na quarta-feira, o concelho do Maio não registou e não regista nenhum caso suspeito de COVID-19.

Durante a conferência sobre a situação epidemiológica, Jorge Barreto informou que há quatro casos suspeitos no Sal, um em Santa Catarina de Santiago, dois em Ribeira Grande de Santiago, três em Santa Cruz, dois em Tarrafal de Santiago e um São Domingos.

Questionado sobre o tratamento ao lixo das pessoas em isolamento domiciliar, o Director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doença, afirmou que há orientações de como devem ser condicionados, uma vez que há evidências de que o vírus poderá sobreviver algumas horas ou até poucos dias no lixo.

“As pessoas devem fechar os sacos de lixo, se for necessário podem deitar um pouco de lixívia dentro do lixo, fechar esse saco e colocar num sítio protegido onde outras pessoas não irão mexer até ser recolhido pelo carro de lixo. Esse lixo depois irá ser processado da forma como habitualmente é feito”, explicou.

Relativamente aos casos da cadeia Civil de São Martinho, garantiu que a instituição está a trabalhar muito próximo com a delegacia de Saúde da Praia, que é a autoridade sanitária responsável pelo Concelho.

Hoje, 22 pessoas tiveram alta, dos quais 21 na Praia e um Santa Cruz. Assim, o total de recuperados é 2254.

A taxa de letalidade global ainda está em 1% e a taxa de pessoas que já tiveram alta está em cerca de 72%.

Em relação a casos activos há um total acumulado de 847, sendo Praia com 676, representando cerca de 80%. A região sanitária de Santiago Norte tem 82 pessoas ainda em seguimento e o Sal tem 62 pessoas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Tópicos

COVID-19

Autoria:Sheilla Ribeiro,14 ago 2020 18:47

Editado porSheilla Ribeiro  em  16 ago 2020 7:33

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.