Caso Alex Saab: Governo nega ter enviado dois emissários à Venezuela

PorInforpress,20 ago 2020 8:12

O Governo desmentiu as informações que avançam que Cabo Verde teria enviado dois emissários a Caracas (Venezuela), com a missão de encetar contactos com o Presidente Nicolas Maduro na sequência da detenção de Alex Saab.

“O Governo de Cabo Verde não enviou ninguém, nem qualquer missão à República Bolivariana da Venezuela”, lê-se num comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Comunidades emitido após alguns órgãos internacionais noticiarem que a Cidade da Praia teria enviado dois emissários a Caracas.

Na mesma nota lê-se que a República de Cabo Verde é um Estado de direito democrático, onde os tribunais são independentes e as garantias de defesa se aplicam a todos os indivíduos, razão pela qual existe confiança no sistema judicial, que decidirá sobre o caso de extradição de Alex Saab Morán, em curso.

No que se refere à gestão administrativa do processo, tais como a garantia de protecção consular, refere a mesma fonte que a autorização de vistos de entrada aos advogados estrangeiros e suas tripulações o Governo de Cabo Verde tem garantido a “mais ampla” oportunidade a Alex Saab Morán.

“O Governo de Cabo Verde adverte que qualquer acção, contacto ou ‘démarches’ fora do quadro institucional e de representação oficial são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não vinculam o Estado de Cabo Verde”, precisa a mesma fonte.

“O Governo espera que a verdade seja reposta com a mesma urgência e publicidade com que as infundadas alegações foram divulgadas”, finaliza o documento.

Alex Saab Morán foi detido no dia 12 de Junho, na ilha do Sal, e aguarda desde o dia 16 de Julho o final do processo de extradição para os Estados Unidos da América.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Inforpress,20 ago 2020 8:12

Editado porSara Almeida  em  23 jan 2021 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.