Entrega da candidatura do Ex-Campo de Concentração a Património da Humanidade adiada para 2022

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,5 out 2020 15:56

O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas avançou hoje que a entrega da candidatura do Ex-Campo de Concentração do Tarrafal a Património Cultural Imaterial da Humanidade, anteriormente previsto para 2021, só será possível em 2022.

Abraão Vicente, que falava em declarações à Inforpress e à Lusa, no final da apresentação da candidatura à atribuição de subvenções no âmbito da Acção da União Europeia PROCULTURA, assegurou que se não fosse a pandemia a candidatura estaria praticamente pronta para ser entregue.

“A candidatura do campo de concentação está adiada, suponho a entrega para 2022, não 2021.Grande parte das obras do Campo de Concentração atrasou-se, os experts internacionais que fariam parte da equipa conjunta não poderiam vir, nós não assinamos em Maio o acordo de cooperação com Portugal para assistência técnica. Portanto, é algo que terá que ficar para 2021, começarmos o processo”, perspectivou.

A obra de reabilitação do antigo Campo de Concentração do Tarrafal, situado em Tarrafal de Santiago, para repor a autenticidade do espaço, teve início em Fevereiro, com previsão de término em oito mês, mas devido aos atrasos registados, a sua conclusão fica para Dezembro, garantiu o ministro.

O projecto de reabilitação deste património, orçado em cerca de 23 mil contos, está enquadrado no Eixo IV do Plano Nacional de Reabilitação dos Edifícios Históricos e Religiosos, no âmbito do Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidades (PRRA), coordenado pelo Ministério das Infra-estruturas, do Ordenamento do Território e Habitação.

Apesar desses atrasos causados pela pandemia, Abraão Vicente informou que parte da equipa técnica continua a fazer o trabalho de levantamento, visto que o preenchimento da candidatura implica um conjunto de outros dossiês, nomeadamente o filme, as fotografias, as recolhas de memória.

De referir que no quadro da cooperação técnica para a candidatura do Ex-Campo de Concentração do Tarrafal a Património Cultural Imaterial da Humanidade, estava prevista a assinatura de um memorando de entendimento entre Cabo Verde e Portugal no dia 05 de Maio, no concelho do Tarrafal, adiada devido à pandemia de covid-19.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,5 out 2020 15:56

Editado porSara Almeida  em  30 out 2020 17:19

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.