Sindicatos reúnem-se em plataforma para “resgatar” UNTC-CS

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,19 nov 2020 15:30

​Doze dos sindicatos filiados na UNTC-CS criaram uma plataforma sindical para “resgatar” a central sindical. A plataforma tem como objectivo a construção de uma alternativa “forte” à actual liderança da central sindical, até ao próximo congresso, em 2021.

Informação avançada hoje, em conferência de imprensa de apresentação da plataforma, pelo porta-voz-do grupo, Tomás Delgado, na sede da União dos Sindicatos de São Vicente.

“A razão principal da criação da Plataforma Sindical prende-se com o facto de a secretária-geral da UNTC-CS, desde que foi eleita, nunca ter prestado contas aos associados dessa central sindical, que são os sindicatos, através dos órgãos próprio, que é o Conselho Nacional”, afirma.

Segundo o sindicalista, desde 2017 que o Conselho Nacional da UNTC-CS não se reúne.

Os sindicatos acusam a secretária-geral de violar os estatutos da UNTC-CS e de se imiscuir nas competências dos sindicatos.

“Visitou empresas sem contactar os sindicatos que actuam naquele sector. As relações institucionais entre as empresas e os trabalhadores são com os sindicatos e não com a central. A relação da central sindical é com os sindicatos e estes é que se relacionam com as empresas, mas ela passa por cima dos sindicatos e vai visitar as empresas em São Vicente. Isso não aceitamos”, sublinha.

Questionado sobre se a instabilidade entre os sindicatos e a central sindical prejudica a defesa dos direitos dos trabalhadores, o sindicalista afirma que, de certa forma, sim.

“Como é óbvio, há questões mais gerais em que este conflito, efectivamente, prejudica e é por isso que queremos que isto seja ultrapassado o mais depressa possível, para que a UNTC-CS possa retomar o seu caminho, que é a unidade e defesa dos trabalhadores”, assegura.

O porta-voz dos sindicatos acusa a secretária-geral da UNTC-CS de criar problemas graves a nível da cooperação internacional e de colocar em causa projectos importantes, como o centro de formação da Praia, em parceria com a ONG-OGBL, e do centro de formação em hospitalidade no turismo, em Mindelo, em parceria com a UGT, de Portugal.

Joaquina Almeida foi eleita, em 2016, para o cargo de secretária-geral da UNTC-CS. Pouco tempo depois, tornaram-se públicas as contestações internas à sua liderança. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,19 nov 2020 15:30

Editado porAndre Amaral  em  26 nov 2020 16:19

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.