ONG da CPLP querem temática da violência sexual integrada na agenda mundial

PorInforpress, Expresso das Ilhas,12 jun 2021 15:47

As ONG dos países da CPLP que trabalham com os direitos das crianças vão enviar uma declaração ao secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, para que a temática da violência sexual seja integrada na agenda mundial.

A informação foi avançada hoje, em declarações à imprensa, pela presidente da Associação de Crianças Desfavorecidas (Acrides), depois de ser agraciada pelo Observatório Cidadania Activa de Cabo Verde (OCAC), com o certificado de excelência 2020.

De acordo com a responsável, dado que a violência sexual está em todos os países do mundo, tem que se assumir que este “flagelo” acaba com a vida de qualquer criança.

“Assim como discutirmos o clima e os outros temas tem que se discutir os direitos das crianças para que o crescimento seja harmonioso e que, realmente, tenhamos, no futuro, grandes homens e mulheres“, apontou.

A elaboração da declaração, que vai ser enviada ao secretário-geral das Nações Unidas, é um dos objectivos do encontro “Direitos das Crianças e Adolescentes e Prevenção da Violência Sexual sobre as Crianças e Adolescente”, promovido hoje, via zoom, pelas organizações da sociedade civil da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

A promoção de uma acção articulada e coerente entre a sociedade civil, o sector público e o Sistema das Nações Unidas, em consonância com Convenção dos Direitos da Criança, é também um dos objectivos deste encontro, que conta com a Acrides como representante de Cabo Verde.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Inforpress, Expresso das Ilhas,12 jun 2021 15:47

Editado porSheilla Ribeiro  em  26 jul 2021 19:19

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.