Alunos de São Vicente fazem levantamento da poluição de plásticos nas praias

PorExpresso das Ilhas,11 out 2021 11:00

Os alunos do Liceu Ludgero Lima e da Escola Salesiana, em Mindelo, vão fazer um levantamento da poluição de plásticos nas praias de São Vicente durante o mês de Outubro e, juntamente com especialistas de universidades e institutos de investigação, contribuir para o conhecimento sobre distribuição e abundância de detritos costeiros nos países africanos.

Segundo um comunicado do Instituto do Mar, este levantamento enquadra-se no âmbito do Projecto Internacional COLLECT, que irá trabalhar com escolas em seis países africanos para fazer levantamento da poluição de plásticos nas suas praias.

Assim, além dos alunos daquelas escolas, participarão do projecto estudantes do Gana, Nigéria, Benim, Costa do Marfim e Marrocos, tornando-se "Cientistas Cidadãos" e contribuindo para a investigação científica.

“Estudantes e professores irão às praias durante este mês (Outubro de 2021) para observar e recolher lixo de plástico e, juntamente com especialistas de universidades e institutos de investigação, contribuirão para o conhecimento sobre distribuição e abundância de detritos costeiros nos países africanos”, lê-se.

O projecto COLLECT, que significa Observação Cidadã dos Detritos em Ecossistemas Costeiros (em inglês Citizen Observation of Local Litter in Coastal Ecosystems), é um estudo de ciência cidadã financiado pela Fundação Richard Lounsbery (EUA).

O objectivo é envolver activamente a comunidade local na sensibilização para as consequências da poluição de plásticos, que pode não só prejudicar o ambiente,c omo também pode ter um impacto económico negativo quando se acumula nas zonas oceânicas e costeiras.

"Quando mal geridos, os resíduos de plástico chegam à costa e ao mar, e podem prender organismos marinhos, ou ser confundidos com alimentos e serem ingeridos por peixes, aves e outros animais", diz Dr. Edem Mahu, da Universidade do Gana, que é co-líder do projeto COLLECT, citado no comunicado.

"A poluição por plásticos pode, portanto, ter impacto no sustento das comunidades humanas. Por exemplo, o turismo pode ser afectado se o litoral não estiver limpo. E as actividades pesqueiras podem ser impactadas se as populações de peixes diminuírem devido aos detritos de plástico", prossegue.

No final do projecto, os dados serão disponibilizados sem restrições através da EMODnet Chemistry, um agregador internacional de dados, para que possam ajudar o público e os reguladores a tomar decisões informadas contra os resíduos de plástico nas praias africanas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,11 out 2021 11:00

Editado porAndre Amaral  em  12 out 2021 8:42

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.