COVID-19 com menor impacto nos concelhos com mais de 70% da população vacinada- DNS

PorSheilla Ribeiro,25 out 2021 18:12

O Director Nacional da Saúde avançou hoje que o impacto da COVID-19 é menor nos concelhos cujos 70% da população elegível tem pelo menos uma dose da vacina do que naqueles onde ainda a taxa não está neste nível.

Jorge Barreto fez esta observação, durante a conferência semanal sobre a situação epidemiológica no país.

Conforme referiu, até este momento, foram aplicadas 499.677 doses das 715.150 disponíveis, representando 69,9% do total das vacinas que o país recebeu.

"O país tem doses suficientes para vacinar a população elegível, aguardando a chegada das vacinas da Pfizer para que possamos então alargar a idade da vacinação para os adolescentes conforme está indicado pela OMS", segundo o DNS.

Barreto reiterou que actualmente a taxa de cobertura vacinal para a primeira dose da vacina contra a COVID-19 é de 80,1% da população elegível.

"Já temos 16 concelhos com taxa de cobertura de primeira dose acima de 70%. Essa meta de 70% parece que é um divisor de águas, porque se formos analisar os dados, vamos perceber que os concelhos com mais de 70% da população adulta pelo menos com uma dose, o impacto da COVID-19 é menor do que naqueles concelhos onde ainda a taxa não está neste nível", afirmou.

A título de exemplo, apontou que há quatro pessoas idosas internadas devido a COVID-19 e que nenhuma está vacinada. Esses internamentos representam a menor taxa de internamento dos últimos tempos, apenas 4,4%.

Neste sentido, o DNS voltou apelar à população para aderir à vacinação enfatizando que, até agora, não foram verificadas reacções adversas graves.

“Em Setembro houve 23 óbitos e em Outubro, até este momento 10 óbitos, um pouco menos do que a metade de Setembro. Nos 10 óbitos de Outubro 8 não estavam vacinados e ocorreram nos concelhos com taxa de vacinação mais baixa. 6 foram de Santiago Norte, 4 de Tarrafal, 1 de Santa Catarina e 1 de São Miguel”, apontou.

De 11 a 24 de Outubro foram analisadas 6.347 amostras,uma média de 453 amostras por dia, foram identificadas 247 casos positivos, uma média de 26 casos por dia e uma taxa de positividade de 3,9%.

De 27 de Setembro a 10 de Outubro foram analisadas 8.551 amostras, uma média de 611 amostras por dia, foram identificadas 445 casos novos, uma média de 32 casos por dia e taxa de positividade de 5,2%.

O RT está em 0,76 e a taxa de incidência cumulada nos últimos 14 dias está em 44 por 100 mil habitantes, quando nos 14 dias anteriores era de 79 por 100 mil habitantes.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,25 out 2021 18:12

Editado porAndre Amaral  em  30 nov 2021 7:19

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.