​Associações de luta contra o cancro querem colocar mamógrafos móveis nos hospitais centrais

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,5 fev 2022 16:22

Conceição Pinto
Conceição Pinto(Rádio Morabeza)

Três associações de luta contra o cancro procuram apoio para aquisição de dois mamógrafos móveis para reforçar o sistema de prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama. O projecto está orçado em cerca de 60 mil contos e deverá ser apresentado publicamente a 8 de Março. Os promotores já estão a “encetar os contactos necessários”.

A iniciativa foi apresentada, esta sexta-feira, pela porta-voz do grupo, Conceição Pinto, no acto central de comemoração do Dia Mundial da Luta Contra o Cancro, que decorreu em São Vicente. O objectivo é auxiliar o Ministério de Saúde a garantir um serviço mais equitativo.

“Tendo em conta as várias limitações que temos no nosso país, em termos de recursos financeiros, e agora agravadas pela situação sanitária, como representantes da sociedade civil, tomámos esta decisão. Vamos desafiar os cabo-verdianos residentes e na diáspora, bem como os amigos de Cabo Verde, para nos ajudarem a adquirir esses equipamentos. Serão móveis, podendo ser deslocados para utilização em várias partes do país”, explica.

A mamografia, segundo os especialistas, é o exame que apresenta o melhor custo/benefício para a detecção do cancro de mama, pois quando realizada anualmente por mulheres acima de 40 anos contribui para a redução da mortalidade causada pela doença.

Conceição Pinto entende que a aquisição dos equipamentos “será de extrema importância”.

“Depois, temos um outro problema, e já não tem a ver com a parte financeira, mas técnica. Vamos precisar de especialistas para fazerem a leitura das mamografias, porque temos alguma limitação aqui no país. Teremos necessidade de mobilizar parceiros para nos ajudarem, tendo em conta que são mamógrafos digitais, as imagens poderão ser enviadas e lidas em qualquer parte do mundo”, expõe.

Conforme os mentores do projecto, criado a partir de uma parceria entre a Associação Cabo-verdiana de Luta Contra o Cancro, a Liga Cabo-verdiana Contra o Cancro e a Unidos na Luta Contra Cancro, a perspectiva é que “pelo menos um dos equipamentos seja entregue em Fevereiro do próximo ano”.

Os aparelhos deverão ser colocados no Hospital Baptista de Sousa, em São Vicente, e no Hospital Universitário Agostinho Neto, em Santiago.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,5 fev 2022 16:22

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 fev 2022 10:19

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.