​Seis novos casos suspeitos de coronavírus (actualizada)

PorFretson Rocha,19 mar 2020 10:45

Cabo Verde registou esta quarta-feira seis novos casos suspeitos de coronavírus. São três cabo-verdianos que regressaram de Portugal e três turistas, sendo um de Inglaterra e um casal da Dinamarca. O inglês, de 62 anos é a situação mais crítica, e está na Boa Vista, anunciou hoje o Director Nacional da Saúde.

Dos cabo-verdianos, dois casos suspeitos, dois homens de 37 e 19 anos, foram registados na Assomada, ilha de Santiago. O outro caso suspeito foi registado em São Vicente e trata-se de um indivíduo do sexo masculino, de 32 anos. O casal dinamarquês, de 52 e 49 anos, foi identificado na ilha do Sal. 

O anúncio dos novos casos foi feito hoje, em conferência de imprensa, pelo Director Nacional da Saúde, Artur Correia.

O responsável diz que os casos suspeitos são pessoas que entraram em Cabo Verde antes da suspensão dos voos com países afectados pelo novo coronavírus. Por isso pede a colaboração de todos, nomeadamente para os próximos 15 dias, considerados cruciais.

“Estamos numa situação crítica e os próximos 15 dias são cruciais para a prevenção e controlo da Covid-19 em Cabo Verde, a partir de ontem, início das medidas que o Governo tomou. Esperemos que os regressados cumpram as recomendações sanitárias porque vamos ser muito rigorosos. Ninguém tem o direito de pôr a população cabo-verdiana inteira em risco, sobretudo nesta fase em que temos 15 dias cruciais para podermos vencer esta primeira batalha depois das medidas do Governo”, apela.

Artur Correia reforça que as pessoas que ainda estão dentro do período de incubação do vírus, que é de 14 dias, devem ficar em isolamento domiciliar, com medidas de protecção e de restrição social para evitar a entrada do coronavírus no país. O Director Nacional da Saúde recorda que o não cumprimento do estipulado constitui crime de desobediência que é punível pela lei.

“Vamos ter o apoio da Polícia Nacional para fazer cumprir as orientações e qualquer desobediência é punível pela lei. É um crime de desobediência social e por isso apelamos a todos os jovens, aos familiares e à comunidade em geral para denunciarem eventuais incumprimentos das recomendações das autoridades sanitárias para que, em nome de Cabo Verde, defendamos a saúde pública no país”, reforça.

Os seis novos casos suspeitos juntam-se ao assinalado em Porto Novo, Santo Antão na terça-feira, 17, de uma cidadã cabo-verdiana, 30 anos, residente na Suécia. Artur Correia diz que a amostra já chegou à Praia e o resultado deve ser conhecido hoje.

Também o resultado das análises ao novo caso suspeito em São Vicente deve ser conhecido hoje. As amostras dos turistas da Boa Vista e do Sal devem seguir hoje para análises no laboratório de virologia do Instituto Nacional da Saúde Pública, na capital.

Cabo Verde proibiu a partir de hoje, e pelo menos até 09 de Abril, as ligações aéreas com Portugal e com todos os países europeus com casos de novo coronavírus. Também interditou os voos com os Estados Unidos da América, o Brasil, o Senegal e a Nigéria.

O executivo proibiu igualmente a acostagem de navios cruzeiros e veleiros, e o desembarque de passageiros nos portos nacionais.

Esta quarta-feira, durante a reunião do Conselho Nacional de Protecção Civil, foram anunciadas algumas medidas de restrições como o enceramento dos bares e restaurantes às 21h00, restrições nas visitas a lares e aos centros onde estejam pessoas de terceira idade e aos estabelecimentos prisionais e restrição às visitas aos hospitais e outros estabelecimentos de saúde.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infectou mais de 219 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 9.000 morreram. Mais de 85 mil recuperaram da doença. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha,19 mar 2020 10:45

Editado porSara Almeida  em  20 set 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.