​Dezenas de pessoas concentraram-se no Mindelo contra a guerra na Ucrânia

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,2 mar 2022 22:19

1

Um grupo formado por algumas dezenas de pessoas reuniu-se hoje na Pracinha da Igreja, em São Vicente, para protestar contra a guerra na Ucrânia, uma semana após a invasão da Rússia. O protesto foi organizado por cidadãos “solidários com o povo Ucraniano”.

Em declarações à imprensa, Antónia Mosso destacou a importância do apelo à paz, numa altura em que “há valores fundamentais em cheque”.

“Chamar a atenção que pertencemos a uma comunidade humana, temos que estar sempre atentos e cuidar uns dos outros, independentemente da situação geográfica onde nos localizemos. Há valores que estão em cheque, é a democracia, é a liberdade e todos temos que ter uma atitude de defesa desses valores. Não podemos aceitar que um país soberano seja invadido dessa forma, com essa desproporção de meios e ficar indiferentes”, assegurou.

Presente na manifestação, o Bispo do Mindelo, Ildo Fortes, lembrou que numa guerra há vítimas nos dois lados.

“À nossa sociedade, muitas vezes, faltam gestos de solidariedade (...). É bom a gente sair à rua para dar a cara em gestos de solidariedade. Gostaria de lembrar-vos que não é só a Ucrânia que está ameaçada, não são só os russos e os ucranianos que estão em sofrimento. Haverá sofrimento dos dois lados”, afirmou.

  As manifestações e vigílias contra a guerra na Ucrânia têm-se multiplicado um pouco por todo o mundo.

A assembleia geral da ONU aprovou hoje uma resolução que condena a invasão russa da Ucrânia, com o apoio de 141 dos 193 estados-membros.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,2 mar 2022 22:19

Editado porAndre Amaral  em  24 mai 2022 23:21

1

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.