Tecnologias na área da saúde são futuro do sector - Evandro Monteiro

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,25 nov 2022 14:25

Encerramento do Encontro Regional sobre a Telemedicina
Encerramento do Encontro Regional sobre a Telemedicina Rádio Morabeza

As tecnologias na área da saúde são o futuro do sector em Cabo Verde e no mundo. Conclusão do secretário de Estado adjunto da Ministra da Saúde, em declarações aos jornalistas no acto de encerramento do Encontro Regional Sobre Telemedicina, promovido pela OMS/AFRO com apoio da sede da Organização Mundial da Saúde (OMS), em Genebra.

Evandro Monteiro lembra que as novas tecnologias em saúde devem muito à telemedicina mas não se restringem a esta.

“Há uma valência múltipla e nós também queremos até, porque não, dar seguimento e consultas nos nossos doentes nas suas próprias casas”, explica.

Evandro Monteiro afirma que a telemedicina é um sector em que Cabo Verde deve continuar a apostar, tendo já em curso um financiamento da cooperação japonesa, num montante de cerca de 200 mil contos.

“É um investimento importante, que irá reforçar a primeira fase da implementação desse serviço de telemedicina em Cabo Verde. Nas estruturas onde não temos ou que funcionam com alguma precariedade, iremos reforçar essas capacidades, mas também iremos assegurar a formação continuada dos nossos profissionais de saúde em todas as estruturas, para que possamos relacionar em questões ligadas à saúde em rede, entre as nossa estruturas, mas a partir de Cabo Verde também com outras latitudes mundiais [...] Também para que os nossos pacientes, eventualmente em caso de necessidade, possam estar melhor assessorados aqui em Cabo Verde e irem para as estruturas do destino, nomeadamente Portugal, e outras realidades também em melhores condições”, avança.

O Encontro Regional Sobre a Telemedicina decorreu durante esta semana e teve como objectivo promover a partilha de experiências e conhecimentos dos países da região sobre os sucessos e desafios da implementação da telemedicina a nível regional.

O evento contou com a participação de 80 intervenientes de 15 países, entre técnicos, directores dos sectores da saúde e das tecnologias da informação e comunicação.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,25 nov 2022 14:25

Editado porAndre Amaral  em  26 nov 2022 14:44

pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.