Cabo Verde vai comprar avião para emergências médicas

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,25 mai 2018 12:48

3

Ulisses Correia e Silva
Ulisses Correia e Silva

O Governo promete resolver o problema de evacuações internas até ao final do ano, através da aquisição de um avião devidamente equipado para emergência médica.

O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira, pelo Primeiro-Ministro, Ulisses Correia e Silva, durante uma conversa aberta com jornalistas e representantes da sociedade civil, para assinalar os dois anos de governação. Segundo o chefe do Governo, o investimento está a ser preparado, sendo que uma equipa da Guarda Costeira desloca-se no próximo dia 28 a Portugal, para negociações.

“Essa é a solução estruturante que vai evitar com que possamos ter essas evacuações em barcos, muitas vezes, em condições muito precárias. Aquilo que garanto é que não vamos passar mais 15 anos a conviver com este mesmo tipo de situação. Até ao final deste ano, teremos este problema resolvido, via aquisição de um avião devidamente equipado, com possibilidade de assistência a bordo e em boas condições para a evacuações internas”, garante.

O aparelho, que além das evacuações médicas vai servir também para fazer vigilância marítima e costeira, vai estar sob responsabilidade da Guarda Costeira. Enquanto esta solução não chega, Ulisses Correia e Silva anuncia a negociação com a Binter, para dar resposta a situações pontuais.

“Nós estamos já a contratualizar uma relação com a Binter para ir suprindo as necessidades pontuais que forem aparecendo. Reconheço que este é, de facto, um problema complexo, mas reconheço também que são situações que se arrastam há vários anos. Nós queremos dar uma resposta estruturante”, diz.

Por outro lado, o executivo quer reduzir, ainda este ano, as evacuações internas e externas, através de investimentos em todos os centros de saúde e hospitais regionais do país. Ulisses Correia e Silva garante que existe um acordo com o Governo belga para um financiamento de cerca de 10 milhões de euros.

Recentemente, um jovem na ilha da Boa Vista, atingido com uma bala na região do abdómen, foi evacuado para a ilha do Sal por barco. Uma semana depois, aconteceu o mesmo com uma gestante, no Maio, que acabou por perder o bebé.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,25 mai 2018 12:48

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  21 set 2018 3:22

3

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.