Pensão social aumenta este mês

O valor da pensão social aumenta, a partir deste mês, para 6.000 escudos, um reforço de 20% em relação aos actuais 5.000. Entretanto, os pensionistas passam a receber um valor líquido de 5.880 escudos, após o desconto de 120 escudos para a contribuição do Fundo Mutualista, anunciou hoje o Governo.

De acordo com informações avançadas hoje, em comunicado pelo Ministério da Família e Inclusão Social, através do Centro de Pensões Sociais, a medida visa reforçar a protecção social dos mais vulneráveis.

“O aumento da pensão social traduz o compromisso deste Governo no reforço da protecção social à população em situação de vulnerabilidade económica e social, através do aumento do rendimento disponível e a consequente melhoria da condição de vida das famílias”, lê-se no documento.

Também o plafond disponibilizado, através do Fundo Mutualista, para aquisição de medicamentos nas farmácias privadas aumentou em 50%, passando de 2.500 para 3.750 escudos. Segundo o executivo, este aumento visa atender às dificuldades sentidas pelos pensionistas no acesso à assistência medicamentosa.

Na mesma nota, o Governo informa que está a ser feito um alargamento continuado do número de beneficiários. Neste momento, 22.365 pessoas beneficiam da pensão social em todo o país, sendo que em 2018 foram integrados 1.761 novos beneficiários. Para este ano a previsão é atingir a meta de 23 mil pensionistas.

Na nota de imprensa, o Ministério da Família e Inclusão Social lembra que a pensão social é uma prestação do regime não contributivo que se destina aos indivíduos em situação de vulnerabilidade económica e social, cujo propósito é a promoção do seu bem-estar.

“Podem beneficiar da pensão social os idosos, as crianças com deficiência, doença crónica ou incapacidade e os adultos que sofram de incapacidade permanente para exercício de qualquer actividade geradora de rendimento”, conclui.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Rádio Morabeza,10 jan 2019 10:59

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  11 jan 2019 7:31

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.