Presidenciais2021: Jorge Carlos Fonseca diz ser fundamental que o vencedor seja digno e que os vencidos aceitem os resultados

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,15 out 2021 8:39

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, disse esta quinta-feira ser fundamental que o vencedor das eleições presidenciais de domingo, 17 de Outubro, seja digno e que os vencidos aceitem os resultados.

Jorge Carlos Fonseca fez estas declarações à Inforpress, momentos antes à cerimónia de homenagem ao Poeta Arménio Vieira, que aconteceu na sala de conferências da Universidade de Cabo Verde, na cidade da Praia.

“É o que tenho dito sempre, nós somos um País de democracia, já fizemos várias experiências eleitorais, estas são as sétimas eleições presidenciais. Fizemos as eleições autárquicas no quadro da pandemia e as coisas ocorreram na normalidade democrática e eu como Presidente da República estou seguríssimo de que todas as condições são criadas para que ultrapassemos mais essa etapa de construção da democracia cada vez mais avançada e moderna”, afirmou.

Portanto, continuou, para além daquilo que é o “sal da democracia”, o confronto, o dissenso, alguma picardia política, “que é normal em democracia”, o “fundamental é que no final as coisas corram bem, o vencedor seja digno e também vencidos aceitam os resultados”.

“A vida continua, a democracia continua e prossegue e nós temos que retomar os caminhos da retoma da economia e do progresso social, económico, para construirmos um País cada vez mais livre, mais democrático, mais justo, mais igual e mais competitivo”, finalizou.

Jorge Carlos Fonseca é Presidente da República de Cabo Verde desde 2011, quando, como o apoio do MpD, venceu o pleito numa segunda volta, ocorrida a 21 de Agosto, com 54,16% dos votos contra 45,7% dos conquistados por Manuel Inocêncio, o candidato apoiado pelo PAICV.

Para o segundo mandato, que está a terminar, o escritor e jurista conquistou 74,1% dos votos, nas eleições que a 2 de Outubro disputou com Albertino Graça (22,5%) e Joaquim Monteiro (3,4%).

Este ano, Cabo Verde é de novo chamado a escolher o seu máximo representante. Concorrem a estas eleições Carlos Veiga, que pela terceira vez se apresenta como candidato e conta com o apoio do MpD e da UCID. Outro veterano das presidenciais, que também concorre pela terceira vez, é Joaquim Monteiro.

José Maria Neves, que cumpriu já três mandatos como primeiro-ministro, é outro candidato que se apresenta com apoio partidário, no seu caso do PAICV. Gilson Alves, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Fernando Delgado completam a lista de candidatos ao mais alto cargo da Nação.

A escolha do quinto presidente de Cabo Verde acontece a 17 de Outubro. A segunda volta, caso nenhum dos candidatos ultrapasse os 50% dos votos, está marcada para 31 de Outubro.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,15 out 2021 8:39

Editado porAndre Amaral  em  4 dez 2021 23:20

pub.

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.