​Livro “As tartarugas também choram” lançado na Praia

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,23 dez 2018 14:21

O escritor português João Fonseca lançou sábado, 22, na Cidade da Praia, o livro infanto-juvenil intitulado “As tartarugas também choram”, que faz parte de um projecto literário que se baseia na realidade sociocultural de Cabo Verde.

Com a chancela da Livraria Pedro Cardoso, esta obra, com ilustração do artista plástico Sabino Gomes Horta, da Comunidade dos Rabelados de Espinho Branco, faz parte de um projecto literário “Estórias do meu País inventado” do autor.

Em declarações à imprensa, João Fonseca explicou que este projecto vai ser composto por um conjunto de cinco estórias infanto-juvenis, que futuramente serão materializados em mais quatro obras ilustradas, que retractam o imaginário cultural e social de Cabo Verde.

Com esta primeira obra, constituída por duas estórias, designadamente o retracto sociocultural do País e a estória da tartaruga, disse, que procurou explorar a questão da biodiversidade, da preservação animal e a questão das praias e do turismo nas Ilhas do Sal, Boa Vista e Santiago.

“A imagem da capa do livro, que é uma criança à por a tartaruga na água, foi um episódio por mim vivenciado no Tarrafal, onde a passear um jovem chamou-me para ajuda-lo a colocar uma tartaruga preste a morrer na água”, disse, ajuntado que foi a partir desse episódio que surgiu a ideia de fazer este livro, para que futuramente o seu filho, caso não esteja em Cabo Verde, possa conhecer a realidade do país onde nasceu.

Todos os restantes livros que compõem este projecto e que posteriormente vão ser escritos, informou, estarão ligados a um acontecimento real.

Paralelamente ao livro, o autor, em parceria com o artista plástico Sabino Gomes Horta, criou bolsas de saco com pinturas feitas a mão, cujo dinheiro da venda reverterá para a realização de uma actividade de contar histórias nas escolas do País.

A ideia, segundo disse, nasceu do facto de como nem todas as crianças têm condições para comprar o livro vão de escola em escola apresentar esta obra, com o objectivo de ter mais pessoas sensibilizados para a questão da preservação do meio ambiente.

Para as pessoas que ainda não sabem o que presentear os filhos nesta época natalícia, a primeira-dama, Lígia Fonseca, que fez a apresentação da obra, deixou a sugestão de compra do livro, pois, a seu ver, é uma “óptima prenda” que vai “unir a família”.

“É um livro que permite que pais e filho brinquem à volta do próprio livro, olhando para ele, fazendo a leitura própria e recontando a história e dado por isso é um excelente presente de natal. Por outro lado, é um livro que nos fala da protecção do meio ambiente, das tartarugas, e que tudo isso é possível com a união” sublinhou.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,23 dez 2018 14:21

Editado porFretson Rocha  em  16 jun 2019 23:22

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.