Detectadas três variantes e mais de 20 linhagens de SARS-CoV-2 no país

PorSheilla Ribeiro,27 ago 2021 12:29

De Outubro de 2020 a Julho de 2021, foram detectadas em Cabo Verde 21 linhagens do SARS-CoV-2, duas variantes de preocupação e uma variante de interesse. Muitas das linhagens detectadas, nativas da Europa e dos EUA, são pouco relatadas em África e por vezes nem sequer são reportadas.

Os dados foram hoje revelados durante um workshop para a apresentação dos resultados de sequenciação genómica do vírus SARS-CoV-2 em Cabo Verde, pelo ponto focal da sequenciação Kevin Sanders.

Segundo aquele responsável, de Outubro de 2020 a Julho de 2021, foram sequenciadas, em Dakar, um total de 215 amostras de sete ilhas de Cabo Verde. Da ilha de Santiago foram 155 amostras, São Vicente 23, Sal 10, Fogo 14, Boa Vista cinco, Brava quatro e Santo Antão quatro.

As amostras foram enviadas em cinco períodos diferentes. No primeiro período, de Outubro de 2020 a Fevereiro de 2021, foram sequenciadas 44 amostras.

Nesse período, foram detectadas 12 linhagens, com maior frequência para a linhagem B.1. Ainda nesse período, foi detectada a primeira variante de preocupação, a Alfa, em quatro amostras da ilha de Santiago.

“Também tivemos um achado interessante da linhagem M.2 que só em Cabo Verde foi detectado a nível da África”, disse Kevin Sanders.

No segundo período, de Fevereiro a Abril deste ano, foram sequenciadas 51 amostras e a linhagem B.1 continua a ser a mais frequente. Contudo, houve um aumento da variante Alfa de 4 para 16.

Houve a detecção de nove linhagens e as amostras da variante Alfa foram das ilhas de Santiago e do Sal, nesse período.

Já no terceiro período, Março e Abril de 2021, verificou-se um aumento significativo da variante Alfa, o que segundo Kevin Sanders mostra o porquê do aumento da taxa de positividade e da taxa de mortalidade nesse período.

Ainda nessa época foram identificadas linhagens e a variante Alfa foi detectada nas ilhas de Santiago, Sal, Santo Antão e São Vicente. Também foram sequenciadas oito amostras de óbitos e dentro desses oito, sete eram da variante Alfa.

No quarto período foram enviadas 51 amostras, do mês de Maio de 2021, e foram detectadas apenas duas linhagens, B.1 e Alfa.

“Aqui houve uma diminuição da variante Alfa e foi no nesse mês que também tivemos uma diminuição da taxa de positividade e de mortalidade. A variante Alfa foi detectada nas ilhas de Santiago e Fogo”, apontou.

Por último, foram sequenciadas 16 amostras de Junho e Julho de 2021, tendo sido identificadas três linhagens.

Foi nesse período que houve a detecção da segunda variante preocupação, a Delta, em quatro amostras da ilha de Santiago.

Dessas quatro amostras, três vieram de Portugal. Também houve a identificação da primeira variante de interesse, a Eta, numa amostra também de Santiago.

“Resumindo, tivemos a detecção de 21 linhagens no país.  Alfa e B.1 são as mais frequentes, com 70 amostras. A L.2 foi detectada apenas, em Cabo Verde, na ilha de São Vicente e a Delta apenas em Santiago, assim como a Eta”, informou Sanders.

A ilha de Santiago, de acordo com aquele responsável, teve a maior quantidade de linhagens, seguida da ilha de São Vicente, depois Santo Antão e Fogo, Sal, Brava e Boa Vista.

Enquanto a variante é entendida como a alteração genética do vírus durante seu processo de replicação, a linhagem é um conjunto de variantes que se originaram de um vírus ancestral comum.

A OMS divide as variantes da COVID-19 em variantes de preocupação e variantes de interesse. As variantes de preocupação são aquelas com maior taxa de transmissibilidade e com maior potencial de causar infecções graves. Nesta categoria estão presentes as variantes Delta, Alfa, Beta e Gama.

Por outro lado, as variantes de interesse são aquelas que também foram identificadas mas que ainda não parecem apresentar a mesma facilidade de transmissão ou de gravidade das variantes de preocupação.

Nesta categoria estão presentes as variantes Épsilon, Zeta, Eta, Teta, Iota, Capa e Lambda.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,27 ago 2021 12:29

Editado porSheilla Ribeiro  em  7 jun 2022 23:21

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.