"Catchupa Factory – Novos Fotógrafos 2019" terá cinco fotógrafos cabo-verdianos

PorExpresso das Ilhas,13 mar 2019 8:02

A quarta edição da residência artística "Catchupa Factory – Novos Fotógrafos", decorre de 30 de Maio a 20 de Junho, na ilha de São Vicente, e terá a participação de nove fotógrafos dos PALOP, cinco dos quais cabo-verdianos.

O regulamento da "Convocatória Catchupa Factory – Novos Fotógrafos" foi divulgado esta terça-feira, numa conferência de imprensa na ilha de São Vicente.

Catchupa Factory é um programa de formação e criação artística em formato de residência artística, dirigida a fotógrafos e artistas emergentes dos PALOP – Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique.

Esta convocatória abriu no dia 27 de Fevereiro e encerra no dia 27 deste mês. A "Catchupa Factory – Novos Fotógrafos" é uma iniciativa da Associação Olho de Gente (AOJE), que actua ao nível do desenvolvimento artístico e profissional de fotógrafos e artistas emergentes dos PALOP.

Os fotógrafos escolhidos serão conhecidos no dia 2 de Abril, depois da selecção do júri, composto por Diogo Bento e Rita Rainho (AOJE), Michelle Loukidis, Paula Nascimento e John Fleetwood.

Durante três semanas serão realizados trabalho de campo, pesquisa e experimentação, acompanhados por sessões teóricas em torno de questões críticas relacionadas com a fotografia contemporânea africana.

Será dado também destaque ao desenvolvimento de competências ao nível da comunicação e exibição do projecto fotográfico. A última semana do programa será dedicada à concepção de uma exposição dos projectos resultantes e a residência culmina com uma apresentação pública dos resultados.

Este evento que já vai na sua 4ª edição, tem como objectivo fomentar a criação de uma rede de fotógrafos e artistas emergentes dos PALOP e estimular o reconhecimento e a visibilidade internacional do trabalho autoral em fotografia dos participantes.

Incentivar a mobilidade de artistas e obras de arte, promover o emprego e a profissionalização do trabalho artístico em fotografia e proporcionar um espaço dedicado de criação, diálogo e partilha entre fotógrafos e artistas dos PALOP e de África, são outros objectivos dessa iniciativa.

Este evento conta com o financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito do concurso trianual de Apoio à Realização de Residências Artísticas nos PALOP, e pelo Ministério de Cultura e das Indústrias Criativas, no quadro do Edital MCIC 2019.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,13 mar 2019 8:02

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  13 mar 2019 12:47

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.