Primeira Lei do Cinema em Cabo Verde entra na “pós-produção”

PorExpresso das Ilhas,14 fev 2020 16:38

A Lei do Cinema, a primeira em Cabo Verde, foi aprovada ontem pelo Conselho de Ministros. O governo responde, assim, a uma velha reivindicação dos cineastas nacionais, que há muito pediam uma regulação de várias questões ligadas à indústria cinematográfica.

Trata-se de uma Lei “ambiciosa, moderna e com os olhos postos da criação de emprego e internacionalização de Cabo Verde”, avalia o ministro da Cultura e Indústrias Criativas, Abraão Vicente, em post publicado na sua página pessoal no Facebook.

A Lei, ora aprovada pelo governo, deverá ser debatida no Parlamento, “no máximo, em Abril”.

Confiante na sua promulgação, o ministro garante que com esta Lei, “a indústria cinematográfica nacional passará a ter recursos financeiros no Orçamento do Estado para trabalhar, as produtoras internacionais passarão a ter incentivos especiais para escolherem Cabo Verde como cenário para os seus filmes e produtoras cabo-verdianas como parceiras para coproduções.”

Esta Lei deverá vir dar resposta a um conjunto de anseios dos profissionais de cinema. Há já algum tempo que a Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde (ACACV) reivindicava a criação da lei do cinema, para regulamentação de várias questões relacionadas com essa indústria e que permanecem “vagos”.

“O cinema está à toa em Cabo Verde, porque anteriormente não se sabia quem ia atribuir o financiamento e para quem, qual o montante a ser distribuído, e quais os critérios, mas com a Lei do Cinema tudo vai ficar definido”, criticava o presidente da ACACV, Mário Benvindo Cabral, há dois anos, em entrevista à Inforpress.

Na referida conversa, realizada no âmbito das comemorações do sexto aniversário da Associação, o cineasta revelava que tivera, então, um encontro com o Ministro da tutela, tendo este se comprometido a apoiar a ACACV para a efectivação da Lei do Cinema e a sua aprovação no Parlamento.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,14 fev 2020 16:38

Editado porAntónio Monteiro  em  26 fev 2020 14:19

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.