Livro infantil “Tufas, Princesa Crioula” adaptado para Braille, apresentado na Praia

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,1 jul 2020 7:30

O livro infantil do jornalista Odair Varela “Tufas, Princesa Crioula – aprendendo as palavras mágicas” que foi adaptado para Braille, será apresentado esta quarta-feira, 1 de Julho, na cidade da Praia.

Esta adaptação para Braille, foi graças a numa parceria entre a Biblioteca Nacional e Associação dos Deficientes Visuais de Cabo Verde (ADEVIC).

A obra será apresentada na Biblioteca Nacional de Cabo Verde (BNCV), no âmbito da celebração do dia Mundial da Biblioteca.

Segundo a curadora da BNCV, Adelaide Monteiro, esta actividade enquadra-se na implementação do Tratado de Marraquexe, que facilita o acesso ao texto impresso às pessoas com incapacidade visual ou outras dificuldades.

Conforme explicou, a BNCV tem cumprindo o seu papel de promover o livro e a leitura a todos, tiveram de dar também atenção a um outro público-alvo, a pedido de vários parceiros.

“No ano passado fizemos o lançamento do livro da Celina Pereira que era também um livro inclusivo e nessa sequência fomos contactados também por pessoas da ADEVICe de pessoas com baixa visão que gostariam de ter outros livros adaptados para Braille, nomeadamente livros de literatura infanto-juvenil”, afirmou.

Para além das solicitações, informou que este projecto já fazia parte da programação da BNCV, no âmbito do Tratado de Marraquexe, que visa facilitar o acesso ao texto impresso às pessoas com incapacidade visual ou outras dificuldades.

Para essa adaptação, a BNCV contou com o apoio dos técnicos da ADEVIC e a ideia é continuar com esse processo de adaptação com mais obras infanto-juvenis para que mais pessoas com dificuldades de visão tenham acesso à leitura.

Esse processo ainda dá cumprimento ao decreto legislativo 2/2017, que altera o decreto legislativo 1/2009, de 27 de Abril, que aprova a Lei dos Direitos de Autor, artigo 64º sobre utilizações para o benefício de pessoas portadoras de deficiência.

A apresentação do livro estará a cargo da socióloga Rosy Barros e deve contar ainda com a presença do ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,1 jul 2020 7:30

Editado porSara Almeida  em  1 jul 2020 11:06

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.