Cabo Verde recebe 600 mil dólares da UNESCO para implementação do Estatuto do Artista

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,25 abr 2022 9:20

Cabo Verde recebeu da UNESCO um financiamento de 600 mil dólares para apoiar o país na implementação do Estatuto do Artista, no inquérito sobre o peso das artes e da cultura no PIB e capacitar a classe artística.

Em comunicado, o Governo explica que o apoio foi concebido no âmbito da candidatura da Direcção Geral das Artes e das Indústrias Criativas, tutelada pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, com o apoio da Comissão Nacional da UNESCO.

Este financiamento, segundo o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, irá apoiar o país na materialização de muitos projectos a nível artístico e cultural que vem sendo preparado há alguns anos, nomeadamente a proposta de lei do primeiro Estatuto de Artistas, a contribuição da cultura no Produto Interno Bruto (PIB) nacional, entre outros.

“O anúncio foi feito no quadro da celebração do Dia Mundial da Arte, celebrado a 15 de Abril, no âmbito de acções concretas de apoio a artistas e profissionais da cultura em todo o mundo por meio do programa UNESCO-Aschberg”, lê-se na nota.

Para além de Cabo Verde foram contemplados Costa Rica, Gâmbia, Indonésia, Madagáscar, Moçambique, Palestina, Peru, Romênia, Seychelles, Tunísia e Uganda para melhorar o estatuto do artista e promover a liberdade artística dos respectivos países.

Os projectos foram avaliados por especialistas independentes, com prioridade para África e Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento, bem como projectos focados em juventude e igualdade de género.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) recebeu 108 propostas de projectos dos quais foram apresentados em Setembro de 2021.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,25 abr 2022 9:20

Editado porA Redacção  em  6 jan 2023 23:28

pub.

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.