AME 2024: Governo destaca importância da cultura para o futuro de Cabo Verde

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,2 abr 2024 8:05

O ministro das Finanças, Olavo Correia, destacou na abertura do AME 2024, na noite de segunda-feira, 01, a importância da cultura para o futuro de Cabo Verde e para a construção de uma economia mais diversificada.

Olavo Correia falava à imprensa no final da abertura oficial da 10º edição, uma noite marcada por uma mostra de música exclusivamente cabo-verdiana com a orquestra Academia Cesária Évora e a Banda Cartel.

Olavo Correia, que integra a lista dos 31 homenageados, ressaltou a responsabilidade dos cidadãos e políticos de investir na música e na cultura cabo-verdiana.

“Cabo Verde se não fosse pela música seria um país tão pequeno, tão irrelevante que ninguém sentir-se-ia orgulhoso de ter nascido cabo-verdiano”, disse, sublinhando que vale a pena investir na música.

Garantiu, igualmente, o compromisso do Governo em priorizar a cultura, “um sector vital para o futuro” do país e para a construção de uma “economia mais diversificada”.

Por isso, considerou ser essencial continuar a investir na cultura e naqueles que a promovem em Cabo Verde, tendo ressaltado que o Governo tudo fará para destinar um orçamento “cada vez maior” ao sector.

Orçado em cerca de 20 mil contos, e sob o lema “Sustentabilidade artística”, 26 artistas nacionais e internacionais compõem o cartaz da 10ª edição do Atlantic Music Expo (AME).

Katia Semedo, Quarteto Ano Nobo +1, Zubukilla Spencer, Manu Reys, Ste Mandela, Primitive e Dj Axel da Praia, Gabriela Mendes, Elly Paris, Sizal de São Vicente, Gerson Spencer e Berlock a residir em Portugal, George Tavares do Maio e Dj Sarumawashi de Santo Antão são os artistas nacionais que actuam no AME 2024.

Nove nacionalidade compõem o rol de artistas internacionais, como Giuliano Gabriele da Itália, Ana Setton, Camila Reis e Dend do Brasil, o grupo Browm Rice Family do Japão e Estados Unidos, Luis Caracol e Dj Danykas de Portugal, Klaudio Hoshai de Angola, Jocelyn Balou do Congo, Le-Panda da Quebec Canadá e Insolito Universo da Venezuela.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,2 abr 2024 8:05

Editado porAndre Amaral  em  12 abr 2024 23:28

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.