Futebol nacional em debate em congresso da modalidade

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,29 jul 2019 17:21

 Mário Semedo, Olavo correia, Paulo Santos
Mário Semedo, Olavo correia, Paulo Santos(Rádio Morabeza)

O desporto tem de ser transformado num activo económico para o país. Quem o diz é o vice-Primeiro-Ministro e ministro das Finanças, em declarações aos jornalistas à margem da abertura do congresso sobre o futebol nacional, realizado pela Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF).

Olavo Correia afirma que temos talentos em Cabo Verde e na diáspora que devem ser valorizados e colocados ao serviço da economia mundial do desporto

"Para que possamos tirar o máximo proveito destes talentos, o Estado tem de investir nas infra-estruturas, tem de investir no quadro legal, temos que criar um melhor ecossistema para que o desporto, neste caso o futebol, possa vingar e possamos criar as condições de formação e de produção de talentos, mas de valorização dos talentos”, avança.

Olavo Correia diz que é preciso definir um modelo de negócio para o sector de desporto

"O Estado não pode estar a financiar 100% da modalidade, como é evidente. Temos talentos que podem ser vendidos na escala global, temos um marketing, merchandising, temos venda de direitos. Há todo um conjunto de valor que pode ser criado ao nível do desporto" explica.

O congresso sobre o futebol nacional, que arrancou na cidade da Praia, realizado pela Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), irá decorrer até ao próximo dia 30 e tem como objectivo encontrar as grandes prioridades e opções, tendo em vista a introdução de medidas reformistas e reestruturantes do futebol nacional.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,29 jul 2019 17:21

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  20 nov 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.