Economia com mais empresas e mais negócio

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,28 dez 2017 12:18

O Inquérito Anual às Empresas, realizado pelo Instituto Nacional de Estatística, indica que Cabo Verde contava, em 2016, com 9444 empresas activas. Em relação a 2015, o país passou a ter mais 87 empresas e também aumentou o volume de negócios.

Segundo o Instituto Nacional de estatística (INE), no relatório anual às empresas 2016, o número de empresas com contabilidade organizada aumentou 2,2% (71 empresas activas a mais do que em 2015) e o efectivo sem contabilidade cresceu ligeiramente, na ordem dos 0,3 % (16 empresas activas a mais do que em 2015). As empresas com contabilidade organizada representavam, em 2016, 34,6% do total de empresas activas. 

O relatório do INE indica “uma nítida concentração de empresas nas ilhas de Santiago, São Vicente, Sal e Boa Vista, que somam 78,4 % do efectivo total". Nestas mesmas ilhas, verifica-se uma concentração do volume de negócios, somando 97% do total gerado em todo o território nacional.

Em Santiago, o número de empresas activas representou cerca de 45,0 % do total nacional nesse mesmo ano, valor inferior ao registado no ano anterior em 0,2 pontos percentuais (p.p.). Também no volume de negócios, a ilha de Santiago representou 44,5 % do total nesse mesmo ano, valor inferior ao registado no ano anterior em 2,1 p.p.

Registou-se igualmente um aumento de pessoas empregadas, com um acréscimo de 5,4 % nas empresas com contabilidade (2.265 pessoas a mais do que em 2015) e 7,6 % nas empresas sem contabilidade organizada (836 pessoas empregadas a mais do que em 2015).

De acordo com o INE, constata-se uma concentração de pessoas empregadas nas ilhas de Santiago, São Vicente, Sal e Boavista, representando 91,8 % do total de indivíduos empregados, em 2016.

O Inquérito Anual às Empresas avança que a nível dos sectores de actividade económica, o sector do Comércio, “à semelhança dos anos anteriores", é aquele em que se concentra maior número de unidades empresariais (46,3 %), seguido da Hotelaria e Restauração (15,1 %) e das Indústrias Transformadoras (10,2 %).

No que diz respeito ao pessoal empregado, o sector do Comércio é também aquele em que se concentra maior número de pessoas empregadas (23,3 %), seguido do sector de Hotelaria e Restauração (21,2 %) e da Indústria Transformadora (12,7 %).

Relativamente ao Volume de Negócios, o sector do Comércio foi ainda aquele que gerou

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,28 dez 2017 12:18

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  28 nov 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.