Preços do turismo continuam a aumentar

PorExpresso das Ilhas,18 jul 2018 10:05

No último trimestre os preços no sector turístico nacional cresceram 0,8% mas diminuíram “-1,7 pontos percentuais (p.p.) face ao valor registado no trimestre anterior”, avança hoje o Instituto Nacional de Estatística.

Segundo o relatório publicado hoje pelo INE, a variação trimestral “observada no segundo trimestre de 2018 foi de -7,3%, inferior em -8,2 p.p. ao valor registado no trimestre anterior (0,9%), reflexo do padrão de sazonalidade deste indicador. No segundo trimestre de 2017 esta variação, embora negativa, foi de menor intensidade, situando-se 1,6 p.p. que a actual”.

O INE especifica que a classe dos Hotéis, Cafés e Restaurantes apresentou uma variação homóloga de 0,8%, -1,7 p.p. abaixo da que se verificou no trimestre anterior. A esta variação correspondeu uma contribuição de 0,77 p.p. para a variação do IPT Total.

“Note-se que o movimento dos preços das dormidas em Hotéis (com uma contribuição de 0,6 p.p.) e dos Restaurantes (com uma contribuição de 0,3 p.p.) foram completamente determinantes para este comportamento do IPT total. Cinco componentes do IPT apresentaram contribuições de sentido oposto embora praticamente nulas: Cafés Bares e Similares, Residenciais, Pensões, Hotéis-apartamentos, todos com (-0,01 p.p.) e Aldeamentos Turísticos (-0,10 p.p.). Os preços das restantes componentes mantiveram-se constantes em relação ao trimestre homólogo. O grupo Alojamento que corresponde a 72,7% da despesa turística foi assim determinante para o movimento global em termos homólogos do indicador (0,47 p.p.) com a Restauração, cujo peso representa cerca de 26,3% da despesa turística a contribuir com 0,3 p.p.”, explica o documento, analisando a variação homóloga trimestral.

Já a taxa de variação no trimestre em análise foi de “-7,3%, inferior em -8,2 p.p. à registada no trimestre anterior, em que se situara em 0,9%. No mesmo trimestre do ano anterior verificara-se igualmente uma variação em cadeia (-5,7%) inferior em -6,4 p.p. à do I trimestre de 2017. Estes resultados são a consequência de movimentos sazonais de natureza mensal, com particular incidência na componente de Alojamento. Concretamente, a variação deste trimestre face ao anterior revela uma diminuição significativa dos preços dos Serviços de Alojamento, com particular incidência nos prestados por Hotéis (-7,1). Nos serviços prestados por Aldeamentos Turísticos verificou-se uma redução residual (-0,2). Nos restantes serviços turísticos registaram-se variações nulas face ao trimestre anterior”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,18 jul 2018 10:05

Editado porAndre Amaral  em  18 nov 2018 3:23

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.