Preços da oferta turística aumentaram 0,3% em termos homólogos no segundo trimestre de 2020

PorSheilla Ribeiro,16 jul 2020 9:34

A taxa de variação homóloga registada pelo índice de Preços Turísticos (IPT) foi de 0,3 por cento (%) no segundo trimestre deste ano, resultado superior em 3,8 pontos percentuais (p.p.) face ao valor registado no trimestre anterior, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Segundo o boletim hoje divulgado pelo INE, a variação trimestral observada no segundo trimestre de 2020 foi de -3,0%, inferior em -5,3 p.p. ao valor registado no trimestre anterior que apresentou uma variação de 2,3%, reflexo do padrão de sazonalidade deste indicador.

No segundo trimestre de 2019, esta variação tinha sido negativa (-6,6%), situando-se 3,6 p.p. acima da actual.

De acordo com a mesma fonte, a classe dos hotéis, cafés e restaurantes apresentou uma variação homóloga 0,3%, 3,8 p.p. acima da que se verificou no trimestre anterior. A esta variação correspondeu uma contribuição de 0,3 p.p. para a variação do IPT Total.

Por outro lado, o INE informa que o movimento dos preços das dormidas em hotéis (com uma contribuição de 0,2 p.p.) foi completamente determinante para este comportamento do IPT total, assim como os Restaurantes (0,02 p.p.), os Aldeamentos Turísticos (0,05 p.p.) e, de forma marginal, as Residenciais (0,002 p.p.).

O documento explica que a taxa de variação no trimestre em análise foi de -3,0%, inferior em -5,3 p.p. à registada no trimestre anterior em que se situara em 2,3%. No mesmo trimestre do ano anterior foi verificada uma variação em cadeia negativa (-6,6), inferior em -8,0 p.p. à do primeiro trimestre de 2019.

O INE avançou que estes resultados são a consequência de movimentos sazonais de natureza mensal, com particular incidência na componente de Alojamento. Concretamente, a variação trimestral revela, contrariamente ao trimestre anterior, uma quebra dos preços dos Serviços de Alojamento.

Nos serviços prestados por Hotéis verificou-se uma diminuição dos preços (-4,7%) e nas Residenciais um crescimento de 0,5%. Nos restantes serviços turísticos registaram-se variações nulas face ao trimestre anterior de 2020.

A nível das Ilhas, Sal e Boa Vista apresentaram variações trimestrais de sinal negativo (respectivamente, -0,5% e -5,4%) que determinaram fortemente o movimento do IPT Nacional.

A ilha de Santo Antão é a única que teve o sinal positivo (0,1%). São Vicente e Santiago não tiveram variações.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,16 jul 2020 9:34

Editado porAndre Amaral  em  28 nov 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.