Destaques da edição 840

PorExpresso das Ilhas,3 jan 2018 7:37

3

Nesta edição, a primeira do ano, o Expresso das Ilhas faz manchete coma entrevista a Dev Chamroo, antigo presidente da agência de investimento das Maurícias. “Cabo Verde tem um potencial enorme, é preciso fazer as coisas acontecer”, afirma.

Há um pequeno arquipélago subsaariano, remoto, sem recursos naturais, com um mercado exíguo e susceptível a choques externos que se tornou o 25º país do mundo em termos de negócios. A República das Maurícias foi considerada inviável logo após a independência, passou por uma ditadura, tornou-se uma democracia e evoluiu de uma economia de baixa renda baseada na monocultura da cana do açúcar, para uma economia diversificada orientada para a exportação. Conseguiu-o em cerca de 40 anos. De 1991 a 2010, a economia das Maurícias cresceu numa média de 4,9 por cento ao ano e para diversificar ainda mais a economia do país o governo tem apostado no desenvolvimento de sectores como o turismo de saúde, a indústria biomédica, a biotecnologia, a indústria do conhecimento, as energias renováveis, a economia do mar e a indústria cultural. Um dos nomes por trás desta revolução económica é Dev Chamroo, que presidiu a agência de investimento das Maurícias e actualmente é um consultor sénior. Dev esteve recentemente em Cabo Verde e falou com o Expresso das Ilhas.

Também neste número, Cabo Verde 2018. Entrados num novo ano, há problemas e desafios que se arrastam, projectos já iniciados mas cujo impacto será mais visível agora, e outras medidas que agora arrancam. Da restruturação dos TACV, e outras privatizações passando pelo contexto económico em ano de seca, às relações com o resto do mundo, neste ano em que se vai efectivar o meio percurso desta legislatura, heis alguns temas certamente marcarão 2018, o seu contexto e algumas estimativas.

A mensagem de ano novo do Presidente da República é outro dos destaques:Chefe de Estado quer menos tolerância para o desleixo e a mediocridade. Jorge Carlos Fonseca acredita que existe uma forte vontade política de fazer crescer mais a economia e de criar um ambiente de negócios favorável, mas apelou o governo a ser em alguns sectores mais ambicioso. O Presidente da República alertou ainda para a forma como lidamos com as exigências de qualidade na formação e o nível de rigor que empregamos na avaliação do desempenho e promoção mérito.

PIB: Subida de 4,9 % no terceiro trimestre de 2017. De acordo com o relatório de contas nacionais trimestrais apresentado pelo INE, esta evolução resulta de um maior contributo das despesas do consumo final e das exportações.

Assalto na Boa Vista: Prisão preventiva para agente da PN envolvido. O Expresso das Ilhas apurou que o agente da PN, detido no âmbito do assalto ao Banco Cabo-verdiano de Negócios (BCN), viu a sua participação no crime confirmada pelos arguidos em interrogatório judicial, disse uma fonte do Tribunal da Comarca da Boa Vista. “A sua participação no assalto resumiu-se ao fornecimento de arma e informações precisas aos co-arguidos que executaram o crime no terreno”, sublinhou a fonte.

No interior, a opinião de Emílio Fernandes Rodrigues, "O futuro das telecomunicações em Cabo Verde"; e de Silvino de Oliveira Lima, "Santo Antão: foco na segurança".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,3 jan 2018 7:37

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  3 jan 2018 12:22

3

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.