Destaques da edição 866 – 4 de Julho

PorExpresso das Ilhas,4 jul 2018 8:43

Nesta edição, o Expresso das Ilhas dá destaque ao SOFA: Cabo Verde aceitou todas as exigências americanas. Confira.

O draft proposto pelos EUA para cada acordo SOFA (Status of Forces Agreement) é sempre o mesmo. No início das negociações é apresentado um texto inicial que é negociado entre as partes. Aconteceu com Cabo Verde e, por exemplo, com o Senegal.

Cada um destes países assinou mais ou menos recentemente um acordo deste género com os EUA. No entanto, fazendo uma comparação, saltam à vista diferenças entre os textos assinados entre as partes.

Também neste número, Belarmino Lucas presidente da Câmara de Comércio do Barlavento: São Vicente retrocedeu décadas no transporte aéreo. Belarmino Lucas lidera a maior agremiação empresarial da região Norte do país, com 465 empresas activas associadas, das ilhas de Santo Antão, São Vicente, São Nicolau, Sal e Boavista, que representam quase 11% do total das 4.307 empresas activas nas cinco ilhas. Os sectores dominantes no norte do país são o comércio e serviços, mas há também empresas ligadas ao turismo, indústria e transportes, muitas delas mistas, com capital estrangeiro, na sua maioria de Portugal. Mas os tempos actuais não são fáceis. A começar nos transportes e a continuar na incapacidade de acesso aos financiamentos, o cenário para os empresários nortenhos não é o mais sorridente.

Recados de São Nicolau: “São Nicolau tem potencial. Isso já nós sabemos!… E?”. São Nicolau é a ilha do meio do arquipélago, mas longe do centro das decisões do país. Longe dos centros estão também as pessoas que vivem diariamente com o impacto dessas (in)decisões. Jovens, reformados, empresário, visitantes. Cidadãos comuns, cada um com sua história e seu caminho, mas com preocupações semelhantes. São pedaços de vidas, conversas que acabam sempre nos grandes temas da vida das gentes desta ilha: transporte, trabalho, migração, … Uma ilha que (quase) não ata nem desata, onde a narrativa do “potencial” já soa a conversa fiada.

Acordo de Pescas: Cabo Verde negoceia pescas com Bruxelas e quer mais que “o acordo possível”. Cabo Verde está a negociar um novo protocolo ao acordo de pescas com a União Europeia (EU). Ainda é cedo para se perceber o que poderá sair das negociações, mas é já certo que o Governo quer incorporar no documento respostas a algumas questões que têm merecido críticas por parte de operadores e ambientalistas. O objectivo é que, no final, todos possam ficar (um pouco) mais satisfeitos. As exigências chegam de várias frentes. Governo garante empenho por um acordo que não se limite aos mínimos.

Cabo Verde Airlines: Privatização até ao final do ano? À margem de um encontro com uma delegação da Aviação Civil da Nigéria, José Gonçalves anunciou esta terça-feira que a Cabo Verde Airlines será privatizada ainda este ano e que um dos primeiros passos da companhia será a expansão das operações para Angola e a Nigéria.

No desporto, Rússia 2018: Os cabo-verdianos no Campeonato do Mundo. Apesar de a selecção de Cabo Verde de Futebol continuar sem marcar presença numa fase final da Copa do Mundo, o Mundial de Futebol que decorre na Rússia contou com o concurso de quatro futebolistas de origem cabo-verdiana.

No interior, a opinião de Eurídice Monteiro, A maldição que perdura; de Donald L. Heflin, o Embaixador dos Estados Unidos em Cabo Verde escreve sobre o Acordo do Estatuto das Forças Armadas Norte-Americanas, o Sofa; e de João Cardoso, Água de gato.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,4 jul 2018 8:43

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 nov 2018 3:22

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.