Destaques da edição 925

PorExpresso das Ilhas,21 ago 2019 0:06

Nesta edição, o Expresso das Ilhas destaca a procura de diagnósticos e tratamentos rápidos por parte dos cabo-verdianos, Saúde no Senegal: redes de ajuda, solidariedade e negócio.

O Senegal, mais concretamente Dakar, tem vindo a afirmar-se como um dos destinos mais procurados pelos cabo-verdianos para exames e até tratamento médico de curta duração. Embora não haja qualquer apoio institucional, a proximidade, uma boa capacidade de diagnóstico e especialistas qualificados, bem como a solidariedade da diáspora e a facilidade de entrada no país (no âmbito do protocolo da CEDEAO) serão os motivos que levam a este destino de saúde. E, assim, vão-se somando os que aí chegam em busca de respostas que não são dadas no país, alimentando uma rede de entreajuda, mas também de negócio informal.

Também neste número, Governo avança para limitação de mandatos autárquicos. A proposta do governo que, em caso de aprovação na Assembleia Nacional, entrará em vigor depois das autárquicas de 2020 e sem efeitos retroactivos, prevê que cada autarca possa cumprir um máximo de três mandatos à frente dos destinos de uma câmara municipal.

Depressão, o perigo do silêncio... É certo que todos já tiveram mudança de humor. Aliás ninguém está livre de ficar extremamente triste. Para a maioria, a sensação de desânimo ou melancolia acaba por passar numa questão de dias ou semanas. Mas a situação torna-se mais séria quando falamos da depressão.

Transbordo: Tânger tem agora o maior porto do Mediterrâneo. Antes de 2007, Tânger era apenas mais uma cidade pobre do norte de África. Mas em apenas 12 anos, transformou-se num pólo industrial e na “menina bonita” dos investidores estrangeiros. Tudo começou com a construção de um novo porto em 2007, perto da cidade, o Tânger Med. Há pouco mais de um mês foi inaugurada a extensão, tornando-o num dos 20 maiores do mundo, no maior de África, superando Port Said (Egipto) e Durban (África do Sul), e colocando-o à frente dos portos europeus do Mediterrâneo.

Media: “Queda na leitura de jornais é reflexo do baixo nível de literacia dos cabo-verdianos”. “Não leio”, “Leio muito pouco” ou “Leio de vez em quando”. Foram estas as respostas que as pessoas questionadas pelo Expresso das Ilhas deram quando questionadas sobre os seus hábitos de leitura de jornais.

Na cultura, Morreu Dulce Almada Duarte, Pioneira do estudo do Crioulo. Investigadora e Intelectual de nomeada, foi uma das primeiras, senão a primeira mulher cabo-verdiana a debruçar-se sobre o Crioulo, defendendo em 1958, como trabalho de fim de curso de Filologia Românica na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, a tese Cabo Verde: contribuição para o estudo do dialecto falado no seu arquipélago.

No interior, a opinião de Fabião de Sousa Monteiro Júnior, O perigo das nossas estradas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,21 ago 2019 0:06

Editado porDulcina Mendes  em  21 ago 2019 15:43

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.