Edição 1053

PorExpresso das Ilhas,2 fev 2022 0:01

Esta semana o destaque principal do Expresso das Ilhas vai para a plataforma digital que o governo está a criar para agilizar negócios e financiamentos para as empresas.

Esta plataforma vai permitir aos empresários entregarem bens móveis, como o stock das suas empresas, como garantia de financiamento junto das instituições de crédito que operam no país. Para o presidente da Câmara de Comércio de Sotavento Cabo Verde está perante um avanço substancial na questão das garantias para que as empresas possam conseguir financiamentos.

Destaque também para a entrevista com o presidente da Câmara municipal da Ribeira Grande de Santiago, um concelho essencialmente agrícola, alberga o sítio histórico da Cidade Velha, com o estatuto de património mundial da humanidade. Com a pandemia da covid-19 os turistas deixaram de vir, enquanto o concelho atravessa quatro anos de seca consecutivos. Por isso o edil está convicto de que os novos projectos apresentados pelo ministério da Cultura para a Cidade Velha e o projecto das bacias hidrográfica na localidade de São João Baptista que deve arrancar ainda este ano tragam nova dinâmica na economia local. Em entrevista ao Expresso das Ilhas por ocasião do Dia do Município que se assinalou esta segunda-feira, Nelson Moreira fala ainda dos projectos em curso e dos grandes desafios para o município: o défice habitacional; o desemprego jovem; e o problema do saneamento.

Na edição desta semana abordamos igualmente a polémica em que estão envolvidos o Ministério Público e alguns dos jornais nacionais. “A liberdade de imprensa impera sobre vários outros princípios estabelecidos na Constituição”, incluindo o segredo de justiça. A opinião é de José Carlos Delegado, Provedor de Justiça, que falava ontem aos jornalistas a título pessoal, como jurista com passagem pela comunicação social.

Outro tema em destaque é o plano de recuperação da economia nacional que foi apresentado pelo governo que anunciou linhas de crédito no valor de 9 milhões de contos. O objectivo é retomar o crescimento da economia nacional. Pequenas, médias e grandes empresas vão beneficiar da ajuda estatal.

Esta semana trazemos também a questão do Fundo Soberano de Garantia do Investimento Privado. O Presidente da República devolveu à Assembleia Nacional o diploma que altera a Lei do Fundo Soberano. José Maria Neves discorda da transferência das responsabilidades de fiscalização do Fundo do Banco de Cabo Verde para a Auditoria Geral do Mercado de Valores Mobiliários e solicita uma melhor análise e ponderação. Reacções a esta tomada de posição presidencial divergem.

A comunidade chinesa residente em Cabo Verde celebrou o ano novo esta terça-feira, razão pela qual fomos tentar perceber o nível de integração desta comunidade na sociedade cabo-verdiana e apesar das dificuldades com o aumento de preços e das restrições impostas por causa da pandemia da COVID-19, a comunidade chinesa no nosso país diz que se sente bem.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,2 fev 2022 0:01

Editado porAndre Amaral  em  2 fev 2022 15:02

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.