Edição 1060

PorExpresso das Ilhas,23 mar 2022 0:01

A manchete da edição desta semana é com a entrevista a Eneida Fernandes, representante do Banco Mundial em Cabo Verde

Eneida Fernandes, representante do Banco Mundial em Cabo Verde, refere, nesta entrevista ao Expresso das Ilhas, quais devem ser as apostas que o país deve fazer para sair, o mais depressa possível, da crise causada pela pandemia e regressar aos níveis de crescimento que registava em 2019. 

Quanto à guerra na Ucrânia a representante do Banco Mundial diz que os impactos já se estão a fazer sentir.

Também em destaque está a reportagem sobre a Sororidade em Cabo Verde.

Semelhante ao conceito de fraternidade, mas no feminino, sororidade é, resumidamente, a união, a empatia e o apoio mútuo entre as mulheres para que juntas ultrapassem os desafios que a sociedade lhes impõe. Há muito que, mesmo sem usar o termo, organizações e movimentos tentam promovê-la, mas nunca como hoje ela foi ponto tão central nas questões de equidade de género. Três mulheres falam aqui dessa coisa feminina, que é a Sororidade.

Dois temas estão em destaque na secção de economia. 

O primeiro sobre Programa Operacional do Turismo: Uma subida de sete pontos percentuais dentro de quatro anos, este é um dos objectivos do Programa Operacional do Turismo (POT), que, no fundo, pretende que o arquipélago construa uma oferta de qualidade, que possa competir com outros destinos de férias. Outras metas do POT são chegar aos 1,26 milhões de turistas em 2026 ou ter o sector a ajudar a diminuir a pobreza para menos de 8 por cento.

O segundo é sobre os aumentos do custo de vida em Cabo Verde. Preços explodem e situação deve agravar-se. Governo promete medidas, economistas apresentam alternativas.

Na Cultura falamos sobre a estreia da peça 'A cidade do café'. Com dramaturgia de Rocca Vera-Cruz, “A Cidade do Café” segue-se a “Crónicas do Mindelo”, que estreou em 2018. Mais uma vez, propõe-se uma radiografia política, social e cultural da cidade do Mindelo. Desta vez, o foco principal é a candidatura do protagonista à Câmara Municipal da ilha, usada como pretexto para expor, com o humor que se espera, alguns hábitos dos tempos de campanha. A peça é encenada por João Branco.

A ler, igualmente, a opinião de João Chantre com 'O equilíbrio entre o homem e a natureza'.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,23 mar 2022 0:01

Editado porAndre Amaral  em  23 mar 2022 16:18

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.