Edição 1079

PorExpresso das Ilhas,3 ago 2022 0:16

Esta semana o Expresso das Ilhas traz como manchete o tema da Mutilação Genital Feminina.

Cabo Verde traz debate para sensibilizar comunidade imigrada e cabo-verdianos. “Eu era muito pequena por isso não me lembro de como foi, nem se senti dor. Mas, sei que se eu tivesse uma filha, teria de a submeter ao mesmo procedimento”, relata Cadijato Embaló cidadã da Guiné-Bissau e que na sua infância foi alvo desta intervenção cirúrgica, entretanto proibida no seu país. 

Segundo dados da OMS e das Nações Unidas, de 2018, aproximadamente 200 milhões de meninas e mulheres já foram vítimas do processo de Mutilação Genital Feminina. 

As autoridades de saúde cabo-verdianas dizem desconhecer a existência de casos no país.

Também em destaque esta semana está a entrevista com José Freitas Brito, presidente da Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau.

Transportes, ligação marítima e ligação aérea são as palavras mais recorrentes nesta entrevista com o edil tarrafalense por ocasião do Dia do Município que se celebrou esta terça-feira, 2 de Agosto. Apesar de a ilha estar no coração do arquipélago, nas palavras de José Freitas, a deficiente ligação com as outras ilhas continua a ser ainda um grande entrave para o desenvolvimento de São Nicolau cujo potencial turístico é sempre referenciado, embora ainda sem grandes resultados. A redução da captura do atum que é a matéria-prima da fábrica SUCLA, as medidas do governo e da câmara municipal para minimizar os efeitos da pandemia da Covid, da seca prolongada e da guerra na Ucrânia são outros temas abordados nesta entrevista.

Na economia damos destaque a dois temas.

A Electra Norte e a Electra Sul vão deixar de existir e em seu lugar vão nascer a Electra Produção e a Electra Distribuição. Mas as novas empresas vão também herdar os passivos e as dívidas que vêm de trás. Olhando para o relatório e Contas de 2021, o legado é pesado. Além das contas no vermelho, ¼ da produção continua a perder-se, tanto por causa das falhas técnicas, como devido aos roubos.

A Cabo Verde Empresas (CVE) manifestou-se esta terça-feira preocupada com a intenção dos operadores turísticos do Algarve, Portugal, em contratar 2.500 jovens cabo-verdianos, para dar resposta “à crescente e actual” necessidade de mão-de-obra, a nível do sector, naquela região. Marcos Rodrigues, presidente da Câmara de Comércio Indústria e Serviços de Sotavento, está a favor do recrutamento.

Na Cultura destacamos a inauguração, no Mindelo, do Centro Nacional de Arte, Artesanato e Design (CNAD).

Marco cultural e arquitectónico do Mindelo e de Cabo Verde foi inaugurado no último fim-de-semana, depois de três anos de obras e com a promessa de fazer convergir tradição e modernidade.

A ler, igualmente, o texto de José António dos Reis com 'Um Caso Kafkiano: Ou Aplicação do Princípio de Dois Pesos e Duas Medidas?'

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,3 ago 2022 0:16

Editado porAndre Amaral  em  3 ago 2022 14:07

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.