Lancia vai renascer pela mão da Stellantis

PorExpresso das Ilhas,1 set 2021 8:56

Marca italiana quase desapareceu nos últimos anos e está restrita, apenas, ao mercado italiano. Stellantis vai apostar na sua recuperação com três novos modelos.

No início deste ano, aquando da fusão entre os grupos FCA (FIAT-Chrysler) e PSA (Peugeot-Citroën, Opel), para dar à luz o grupo Stellantis, muitos consumidores esqueceram a marca Lancia. Apesar do seu legado tecnológico e do sucesso dos seus modelos nas décadas de 1950 a 1980, a fabricante conheceu um declínio do qual ainda não recuperou.

Aliás, a Lancia apenas está presente em Itália, o seu país de origem, onde vende um único modelo: o Ypsilon. Tendo em conta o vasto catálogo da Stellantis, a Lancia previa-se que ficasse para trás. Todavia, Carlos Tavares, o CEO do grupo, anunciou que todas as marcas que dele fazem parte terão oportunidade de provar a sua viabilidade, nos próximos 10 anos.

Depois de confirmada a electrificação da Lancia, a partir de 2026, sabe-se que a fabricante está a trabalhar em três modelos: um novo Ypsilon (segmento B), um renovado Delta (segmento C) e um SUV, cujo tamanho ainda não é conhecido.

O próximo Ypsilon da Lancia, com lançamento previsto para 2024, utilizará a plataforma CMP da Stellantis, que é utilizado em modelos como o Peugeot 208 ou o Opel Corsa, e será eléctrico. Segundo Jean-Pierre Ploué, o novo chefe de design das marcas europeias do grupo Stellantis, o seu design já foi concluído em tempo recorde, acrescentando que o segredo é a “leveza e uma estrutura elegante”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,1 set 2021 8:56

Editado porAndre Amaral  em  23 set 2021 23:20

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.