​UE saúda adesão do Brasil ao Tratado do Comércio de Armas

PorExpresso das Ilhas, Lusa,17 ago 2018 13:12

A União Europeia saudou, esta sexta-feira, a adesão do Brasil ao Tratado de Comércio de Armas Convencionais (TCAC), dois dias após o Governo brasileiro ter depositado o respectivo instrumento de ratificação na Organização das Nações Unidas (ONU).

Apontando que o Brasil torna-se o 97.º membro do Tratado de Comércio de Armas, o Serviço Europeu de Acção Externa, o corpo diplomático da União Europeia, comentou, numa declaração hoje divulgada em Bruxelas, que, com esta adesão, "o Brasil está a contribuir para o avanço do objectivo do TCAC de prevenir e erradicar o comércio ilegal de munições e armas convencionais e de evitar a sua dispersão".

Lembrando que todos os 28 Estados-membros da União Europeia, entre os quais Portugal, aderiram ao Tratado, o porta-voz do Serviço Europeu de Acção Externa reiterou que uma "adesão universal ao TCAC contribuiria de forma positiva para a paz, segurança e estabilidade global" e criaria "melhores condição para um desenvolvimento sustentável".

A UE acrescenta que está "activamente envolvida" nos preparativos para a IV Conferência dos países membros do Tratado de Comércio de Armas Convencionais, a ter lugar na próxima semana em Tóquio (entre 20 e 24 de agosto), que constitui uma nova "oportunidade para continuar a promover a universalização do TCAC".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,17 ago 2018 13:12

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  23 set 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.