Trump não acredita em relatório sobre as alterações climáticas escrito por 300 cientistas

PorExpresso das Ilhas, Lusa,27 nov 2018 7:48

1

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou segunda-feira à noite que não acredita nas conclusões de um relatório federal norte-americano, que alerta contra as consequências negativas das alterações climáticas sobre a economia.

"Eu não acredito", afirmou o presidente norte-americano, em relação ao relatório 'National Climate Assessment' ('Avaliação Nacional do Clima'), que foi redigido por mais de 300 cientistas, de 13 agências governamentais e outros organismos fora do Governo.

De acordo com o documento divulgado na sexta-feira, os Estados Unidos podem perder "muitas centenas de milhares de milhões de dólares" até ao final do século devido aos gases com efeito de estufa.

Donald Trump explicou que leu "um pouco" do documento.

"Nunca estivemos mais limpos do que somos agora, e isso é muito importante para mim, mas se estamos limpos e todos os outros lugares estão sujos, não é tão bom", afirmou o Presidente dos EUA.

O relatório detalha como o aquecimento global, resultante da queima de combustíveis fósseis - petróleo, gás e carvão -, está a prejudicar toda e cada região dos EUA e como se manifesta nos diferentes setores da economia, incluindo a energia e a agricultura.

"As alterações climáticas estão a mudar onde e como vivemos e apresentam desafios crescentes à saúde humana e à qualidade de vida, à economia e aos sistemas naturais que nos suportam", afirmaram os autores do documento.

Isto inclui uma poluição do ar mais acentuada, que provoca problemas cardiovasculares e respiratórios, mais doenças causadas por insetos, potencial para um aumento acentuado de mortes durante vagas de calor e alergias desagradáveis.

"Estimou-se que as perdas anuais em alguns setores económicos atinjam centenas de milhares de milhões de dólares no fim do século, mais do que o atual produto interno bruto de muitos Estados dos EUA", especificou-se no documento.

O impacto económico-financeiro vai ser particularmente elevado nas regiões costeiras, devido à subida do nível das águas e à severidade das vagas durante as tempestades, o que vai reduzir o valor das propriedades aí situadas. E em algumas partes dos Estados do Alasca e do Alabama vai mesmo forçar algumas populações a saírem de onde estão.

Com base em numerosos estudos, os autores do relatório asseguraram que 90% do atual aquecimento global é causado pelos humanos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,27 nov 2018 7:48

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  15 ago 2019 23:22

1

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.