​MNE português defende CPLP como instrumento de cooperação

PorExpresso das Ilhas, Lusa,23 dez 2018 9:17

O ministro dos Negócios Estrangeiros português elogiou hoje a proposta do novo secretário executivo da CPLP que pretende certificar a organização de modo a poder financiamentos nacionais e internacionais para a cooperação.

“Isso parece ser ideia muito interessante, excelente, e que é perfeitamente concretizável, porque já outras organizações de base linguística conseguiram” obter essa certificação disse Augusto Santos Silva, em entrevista à agência Lusa.

Em declarações recentes à Lusa, Francisco Ribeiro Telles, que assume as funções de secretário executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) a 01 de Janeiro, explicou que a certificação irá permitir à organização acesso a “parcerias com organizações mais regionais”, como a União Europeia e ou o Banco Africano de Desenvolvimento, procurando apresentar candidaturas a fundos de cooperação internacionais.

“A certificação da CPLP como entidade que pode realizar cooperação sendo por isso candidatável a fundos europeus ou nacionais para esse efeito” é “uma boa ideia”, afirmou Santos Silva, que admitiu alguns problemas no financiamento corrente da organização, também pela dimensão diferente de cada um dos países-membros.

“Nós temos na CPLP uma das grandes economias do mundo, o Brasil, mas também temos Estados muito pequenos e ainda numa fase de desenvolvimento relativamente demorado”, pelo que é positivo que “a CPLP seja pouco exigente do ponto de vista das obrigações financeiras dos Estados”, salientou.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,23 dez 2018 9:17

Editado porFretson Rocha  em  14 set 2019 23:22

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.