Validadas cinco candidaturas às presidenciais no Senegal

PorExpresso das Ilhas, Lusa,15 jan 2019 7:37

​O Conselho Constitucional senegalês publicou segunda-feira uma lista de cinco candidatos às eleições presidenciais de 24 de Fevereiro, depois de terem sido afastados dois dos principais opositores do actual chefe de Estado, Macky Sall, além de cerca de duas dezenas de outros candidatos, estes por alegadas irregularidades processuais.

O ex-presidente da câmara de Dakar, Khalifa Sall, e o antigo ministro Karim Wade, dois dos principais opositores de Macky Sall, foram impedidos de concorrer devido a condenações por corrupção.

Além da candidatura do actual Presidente, que se candidata a um segundo mandato, o Conselho validou igualmente as candidaturas do deputado Ousmane Sonko, figura relevante da oposição; do ex-primeiro ministro Idrissa Seck; de um candidato próximo do ex-Presidente Abdoulaye Wade (2000-2012), Madické Niang, e do candidato do Partido da Unidade e da Liberdade (PUR), El Hadji Sall.

O Conselho deverá aguardar até 20 de Janeiro por eventuais reclamações dos candidatos, antes de publicar a lista definitiva.

Macky Sall concorre a um segundo mandato, focado no crescimento económico e na conclusão do seu ambicioso Plano para a Emergência do Senegal, que pretende transformar sectores-chave como a agricultura, saúde, administração pública e educação até 2035.

Antigo geólogo, de 57 anos, Macky Sall foi eleito pela primeira vez em 2012 para um mandato de sete anos, mas em 2016 apoiou, em referendo, a proposta para reduzir os mandatos presidenciais para cinco anos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,15 jan 2019 7:37

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  25 jun 2019 23:22

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.