Bolsonaro é presidente do Brasil com pior avaliação no 1º mandato

PorExpresso das Ilhas, Lusa,9 abr 2019 7:35

1

A confiança dos brasileiros sobre a melhoria da situação económica do país com a liderança de Jair Bolsonaro caiu de 65%, em dezembro, para 50% em abril, revela a mais recente pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha.

O mesmo levantamento indicou que a parcela dos que prevêem um agravamento económico duplicou, passando de 9% para 18%, no mesmo período.

Quando questionados sobre as expectativas para sua própria situação, os entrevistados também se mostraram pessimistas.

Os que confiam em melhorar de vida passaram de 67% para 59%, enquanto os que acham que vão ficar pior subiram de 6% para 11%.

Os números indicam ainda que 47% dos brasileiros acreditam que o desemprego vai aumentar, enquanto 29% tinham essa opinião antes da posse de Jair Bolsonaro como Presidente da República do Brasil, a 01 de Janeiro deste ano.

Já a percentagem de entrevistados que acreditavam numa queda do desemprego passou dos anteriores 47% para 29%.

A pesquisa sobre confiança na economia é uma parte de um levantamento mais amplo que também mediu a aprovação do chefe de Estado.

Segundo dados divulgados no domingo pelo Datafolha, 32% dos brasileiros considera o Governo óptimo ou bom, 33% consideram regular e 30% classificam-no como péssimo ou mau.

Os dados indicam que Bolsonaro tem a pior avaliação após os três meses iniciais do 1.º mandato desde 1990.

Os ex-Presidentes brasileiros Fernando Collor de Mello, nas mesmas circunstâncias, tinha 19% de reprovação, Fernando Henrique Cardoso 16%, Lula da Silva 10% e Dilma Rousseff 7%.

O Datafolha ouviu 2.086 pessoas com 16 anos ou mais, em 130 municípios, nos dias 2 e 3 de Abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,9 abr 2019 7:35

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  7 jan 2020 23:21

1

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.