Temporal faz mais de 53 mil desalojados no estado brasileiro de Minas Gerais

PorExpresso das Ilhas, Lusa,30 jan 2020 11:47

O número de desalojados na sequência do temporal que afecta o estado brasileiro de Minas Gerais subiu para 53.188, tendo o número de mortos aumentado para 55, informaram na noite de quarta-feira as autoridades locais.

As fortes chuvas que atingem aquele que é o segundo estado mais populoso do Brasil levaram 44.929 pessoas a terem de se deslocar para casas de familiares ou amigos e 8.259 a serem colocadas em abrigos públicos, como escolas ou igrejas, totalizando 53.188 cidadãos fora das próprias habitações.

As 55 mortes na região foram causadas, maioritariamente, por derrocadas e deslizamentos de terra, indicaram as autoridades.

Há ainda registo de 65 feridos, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, este mês de Janeiro foi o mais chuvoso da história de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, desde o início da medição, há 110 anos.

Ao todo, 101 municípios estão em situação de emergência em Minas Gerais e três decretaram estado de calamidade pública.

As fortes chuvas que têm caído na região causaram inúmeros danos, como desabamentos de residências e alagamento de estradas.

Devido à grave situação que Minas Gerais enfrenta, a Presidência do Brasil anunciou que o chefe de Estado, Jair Bolsonaro, irá sobrevoar na tarde de hoje as áreas afectadas pelo mau tempo.

Além de Minas Gerais, as fortes chuvas também afectam os estados de Espírito Santo e do Rio de Janeiro.

Até ao momento, nove pessoas morreram, 10 estão feridas, e 14.101 desalojadas no Espírito Santo, segundo o último balanço da Defesa Civil estadual, divulgado ao final da tarde de quarta-feira.

As autoridades informaram ainda que 12.118 pessoas estão deslocadas em casas de familiares ou amigos, a maioria nas localidades de Castelo, Alfredo Chaves, Iconha e Vargem Alta, e 1.983 estão colocadas em abrigos.

Nas próximas horas, são esperadas na região chuvas intensas, vento forte e trovoada.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,30 jan 2020 11:47

Editado porSara Almeida  em  24 out 2020 23:21

pub.

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.